FrançaLigue 1

Adeus, Paris: Lyon é detonado pelo Lille e vê PSG disparar

Se sonhava em disputar o título palmo a palmo com o Paris Saint-Germain, o Lyon começa a mudar suas ambições na Ligue 1. Dentro do Estádio Gerland, os Gones sofreram a segunda derrota consecutiva na competição, atropelados pelo Lille por 3 a 1. O tropeço deixa o time de Remi Garde a seis pontos dos parisienses, ainda na segunda colocação. Os Dogues, com 34 pontos, assumem o décimo lugar.

Desde os primeiros minutos o Lille demonstrou sua vontade, dominando o confronto e buscando mais o gol. O primeiro tento saiu aos 27, em escanteio cobrado por Dimitri Payet que Aurélien Chedjou arrematou de cabeça. Quando o Lyon buscava a resposta, os Dogues aumentaram a diferença. Aos 44, Payet puxou o contra-ataque e serviu Florent Balmont, que bateu cruzado e balançou as redes.

Se os Gones tinham esperanças de reação no segundo tempo, elas se esvaíram aos cinco minutos, quando Salomon Kalou converteu penalidade para anotar o terceiro. O gol de honra dos anfitriões saiu seis minutos depois, também em penalidade, batida por Lisandro López. Porém, não houve tempo para que o time recobrasse o prejuízo, vendo Payet quase transformar o resultado em goleada ao carimbar a trave.

Pouco antes, o Rennes alcançou resultado importante ao derrotar o Toulouse por 2 a 0. Os gols da equipe foram anotados por Romain Alessandrini e Mevlut Erdinç, durante os dez minutos finais. Os rubro-negros aparecem em quinto, com 40 pontos. Já o TFC é o 12º, com 31.

Confira os resultados da 24a rodada da Ligue 1:

Sexta-feira, 8/fev
Paris Saint-Germain 3×1 Bastia

Sábado, 9/fev
Saint-Étienne 4×1 Montpellier
Ajaccio 1×0 Bordeaux
Nancy 1×2 Reims
Troyes 0x0 Sochaux
Nice 1×1 Lorient
Valenciennes 2×1 Brest

Domingo, 10/fev
Evian 1×1 Olympique de Marseille
Rennes 2×0 Toulouse
Lyon 1×3 Lille

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo