EuropaLiga Europa

[Vídeo] Um erro digno de pelada abriu o caminho ao Villarreal contra o Sparta Praga

O Sparta Praga segue em busca de seu sonho na Liga Europa. Os tchecos teriam um obstáculo enorme na visita ao Madrigal, contra o Villarreal. E, olhando para o placar, o saldo nem é tão ruim assim, com a derrota por 2 a 1. De qualquer maneira, o gosto saiu amargo principalmente por causa do primeiro gol do Submarino Amarillo. Uma bobeira imensa, que lembrou até mesmo a falha de Fernando, do Manchester City, no empate contra o Paris Saint-Germain nesta quarta. Erro infantil que tem seu custo.

VEJA TAMBÉM: O Sparta Praga engoliu a Lazio para repetir um feito que não conseguia desde a Tchecoslováquia

O lance aconteceu logo aos três minutos. Após bola recuada, o goleiro Bicík foi sair no chutão. Carimbou justamente em Bakambu, que balançou as redes graças ao bloqueio. Apesar do domínio do Villarreal, o Sparta diminuiu o prejuízo nos acréscimos da primeira etapa, em cabeçada de Brabec. Já na volta do intervalo, Denis Suárez deixou Bakambu em ótimas condições para retomar a vantagem.

Considerando que o Sevilla finalizou mais que o triplo de vezes em relação aos visitantes (27 a 8), a diferença magra sai de bom tamanho – especialmente para Bicík, que se redimiu com boas defesas e ainda foi ajudado pela trave. Ainda assim, um gol tão bobo pesa a consciência. Agora, resta aos tchecos levantarem a cabeça para o reencontro em Praga. Tudo bem que o Submarino Amarillo é bem mais qualificado do que a Lazio, mas os grenás já demonstraram seu potencial ao engolirem os italianos nas oitavas. Continuam com a chance de escrever a história nas mãos.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo