Europa

[Vídeo] Na Grécia, jogadores protestam por tragédia com refugiados no Mediterrâneo

As notícias já não aparecem com tanta frequência no noticiário brasileiro. Ainda assim, a crise de refugiados continua intensa entre a Ásia e a Europa. Nesta semana, ao menos 45 pessoas (a maioria, crianças) faleceram no Mar Mediterrâneo, em área próxima à Grécia, em naufrágio na tentativa de atravessar os continentes. A tragédia repercutiu no futebol. Durante um jogo da segunda divisão do Campeonato Grego nesta sexta, os jogadores das duas equipes se sentaram no chão, em alusão à falta de iniciativa das autoridades da União Europeia e da Turquia para resolver a questão humanitária.

Apenas algumas centenas de torcedores estavam nas arquibancadas para ver o duelo entre Larisa e Acharnaikos. Ainda assim, boa parte deles aplaudiu a atitude dos atletas. Durante dois minutos, ninguém se moveu no gramado. Uma crítica contundente a uma questão importante, mas que também atinge dois “inimigos” da Grécia. Mesmo que fosse só mais da segundona, a força da mensagem vai muito além do tamanho do campeonato. No fim das contas, o Larisa se confirmou na liderança da segundona com a vitória por 2 a 0.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo