Europa

Um argentino em Tirana

O Dinamo Tirana foi campeão albanês na temporada 2009/10, mas foi derrotado em oito de seus dez últimos jogos. Isto causou a demissão do treinador Shkelqim Muca, e o clube, em busca do bicampeonato, resolveu fazer uma aposta inusitada: trouxe da Argentina o técnico Luis Manuel Blanco.

Ex-jogador do Boca Juniors e dos bolivianos Oriente Petrolero e Jorge Wilstermann, Blanco apareceu como treinador no começo dos anos 90, e seu primeiro trabalho de destaque foi no Platense. Também dirigiu clubes como Godoy Cruz, Tigre e Los Andes, onde conseguiu na última temporada livrar o time do descenso na Primeira B Nacional (segunda divisão argentina). Agora, Blanco tenta levar os albaneses do Dinamo ao bicampeonato local, sem sustos.

O time já contava com um atacante argentino no elenco, Lucas Malacarne (revelado pelo River, com passagens pelo FC Dallas e pelo CAI argentino), e aproveitou para trazer mais um, Néstor Martirena, de 23 anos, revelado pelo Gimnasia La Plata. Em oito partidas pelo clube, Martirena já anotou cinco gols com a camisa do Dinamo.

No atual campeonato, o Dinamo lidera com 16 pontos em sete partidas, enquanto o Skënderbeu Korçë e o Flamurtari vêm empatados em segundo, com treze. O Tirana, rival máximo do Dinamo, é apenas o sexto colocado, com nove pontos. O campeonato albanês é disputado por doze equipes, que jogam entre si em três turnos, totalizando 33 rodadas.

Andorra: uma máquina de gols e um gigantesco saco de pancadas

Apenas quatro rodadas foram disputadas na Primeira Divisió de Andorra nesta temporada, e em apenas dezesseis jogos disputados, a rede já balançou 64 vezes, o que dá a impressionante média de quatro gols por partida. Os maiores responsáveis são o atual campeão, o FC Santa Coloma, e o Inter Club d'Escaldes.

O FC Santa Coloma, nas quatro partidas (com quatro vitórias, o clube lidera o torneio isoladamente, com doze pontos), anotou impressionantes 21 gols, sendo que dez foram no pobre Inter, que ainda levou outros dez gols nas três partidas seguintes. Para ajudar, o FCS levou apenas um gol nas primeiras rodadas. O Inter não anotou nenhum.

Armênia: campeonato indefinido

Pela primeira vez em muitos anos o Pyunik está com dificuldades no campeonato armênio. O Banants, desde o começo do torneio, vem se mostrando um rival à altura, e lidera o campeonato com 55 pontos em 24 partidas – faltam quatro rodadas para o fim do torneio. O Pyunik tem dois pontos a menos. No dia 31 de outubro, o Pyunik recebe o Banants, num clássico que pode decidir ou embolar de vez o campeonato nas duas rodadas finais.

Na última rodada, os dois clubes não foram bem. O Banants foi derrotado pelo Ulisses, terceiro colocado, por 2 a 0 em casa, enquanto o Pyunik apenas empatou com o Impuls, quinto colocado, em 3 a 3, em seu estádio.

Azerbaijão: zebra na liderança

Após nove rodadas, uma surpresa lidera o campeonato azeri 2010-2011. O Neftçi Baku lidera, com 20 pontos, dois a mais que o Khazar Lankaran, e três acima do AZAL Baku e do Qarabag.

E o campeonato já teve sua primeira baixa entre os treinadores. o Turan Tovuz, atualmente em décimo lugar, com apenas quatro pontos, demitiu o treinador Sakit Aliyev e contratou para o lugar o georgiano Revaz Dzodzuashvili. O treinador de 65 anos disputou a Copa do Mundo de 1970 e os Jogos Olímpicos de 1972 pela seleção da antiga União Soviética, e como treinador passou por equipes como Dinamo Tbilisi, Lokomotiv Tbilisi (ambos da Geórgia), Alania (Rússia) e as seleções da Letônia e da Geórgia. Seu último trabalho em clubes havia sido no Shakhter Karagandy, do Cazaquistão, em 2008.

Bielo-Rússia: BATE perto de mais um título

O BATE Borisov está bem perto do pentacampeonato bielo-russo. A equipe treinada por Viktor Goncharenko lidera o campeonato com 62 pontos após 28 partidas. O segundo colocado é o Shakhtyor Soligorsk, com cinco pontos a menos. O Minsk é o terceiro com 53 pontos, Faltam cinco rodadas para o fim do campeonato.

Na artilharia, a liderança é do brasileiro Renan Bressan, do BATE, com doze gols, seguido por Dzmitry Kavalyonak, do Grodno, que tem 11.

Estônia: Flora quase lá

Faltam três rodadas para o fim da Meistriliiga 2010, e o Flora, dirigido por Martin Reim, está próximo de conquistar o título. Com 81 pontos em 32 partidas, está quatro pontos e com uma partida a menos que o vice-líder e rival Levadia. O Flora ainda tem o artilheiro do campeonato, Sander Post, com 21 gols.

Na terceira colocação vem o Trans, com 67 pontos. E na briga contra o rebaixamento, estão o lanterna Lootus, com 17 pontos, o Kuressaare, com 21, e o Paide LM, com 24.

Ilhas Faroe: decisão do título ficou para a última rodada

No campeonato faroês, a decisão do título ficou para a última das 27 rodadas do torneio. O HB Tórshavn, líder, tem 51 pontos, três a mais que o EB/Streymur. O HB recebe o B36, quinto colocado, precisando apenas de um empate para conquistar o título. Já o EB recebe o B68, sétimo colocado, precisando vencer e torcendo para uma derrota do HB. Como o saldo de gols do EB é bastante superior (33 contra 16), esta combinação basta.

O B36, adversário do HB, tem um estímulo para derrotar o líder. Caso vença e o Vikingur, quarto colocado, seja derrotado pelo ÍF, eles podem conquistar uma vaga na Liga Europa 2011-2012. Entretanto, o próprio Vikingur ainda tem chances de obter a vaga, precisando apenas de um empate.

Geórgia: disputa acirrada

Após dez rodadas da Umaglesi Liga, nenhum time despontou como grande favorito no torneio. O Zestaponi lidera com 21 pontos, dois a mais que o atual campeão, o Olimpi Rustavi, enquanto o Dinamo Tblilisi tem 18 na terceira colocação.

Cazaquistão: campeonato indefinido

A três rodadas do fim do campeonato, não há nada definido no Cazaquistão. O Tobol lidera, com 55 pontos, um a mais que o Aktobe, enquanto o Lokomotiv Asnata e o Irtysh estão empatados com 47 pontos, logo atrás.

Na briga contra o rebaixamento, o Okzhetpes é o lanterna, com 19 pontos, enquanto o Akzhayik tem 20, e o Kairat tem 24 pontos.

Letônia: Skonto perto do título

A quatro rodadas do fim do campeonato letão, o Skonto tem 62 pontos, seis a mais que o Ventspils, e dez à frente do Liepajas Metalurgs. Na briga contra o rebaixamento, o RFS/Olimps tem apenas quinze pontos, contra 16 do Jauniba Riga, 18 de Blazma Rezekne e Jelgava, e 19 do Tranzits. Imprevisível algum palpite sobre quem vai cair e quem terá que disputar um playoff contra o vice-campeão da segunda divisão.

Na artilharia, o brasileiro Nathan Junior, do Skonto, divide a ponta com 14 gols ao lado de Jurijs Zigajevs, do Ventspils.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo