Europa

Uefa quer suspender racistas com ao menos 10 jogos

A Uefa quer que o racismo seja punido de maneira mais dura. A entidade anunciou que os jogadores que forem considerados culpados por racismo serão suspensos por pelo menos dez partidas. A ideia é que todos os 53 países filiados adotem a mesma pena de maneira pesada.  E as penas serão dadas também aos clubes, se as suas torcidas tiveram comportamentos racistas.

Segundo o secretário geral da Uefa, Gianni Infantino, os clubes poderão ter que fechar parcialmente seus estádios, no setor onde houve racismo, quando houver episódio de racismo pela primeira vez. Se acontecer novamente, o time terá que jogar sem torcedores, além de receber ainda punições financeiras – uma multa mínima de € 50 mil.

Essas medidas seriam adotadas primeiramente em partidas de competições europeias, se essas medidas forem adotadas após a aprovação do Comitê Executivo. A reunião acontece nos dias 22 e 23 de maio. Se aprovadas, passariam a valer para a partir da próxima temporada.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo