Europa

Rivais unidos

O tempo frio tem prejudicado o futebol na Escócia. Além do adiamento de vários jogos e de algumas rodadas da Premier League por conta da nevasca que tem atingido o país, outro evento foi deixado para depois: a reunião da SFA (federação escocesa de futebol) com os 12 clubes da primeira divisão escocesa. O encontro estava marcado para o dia 20 de dezembro e agora será no dia 4 de janeiro. O tema a ser discutido será o regulamento do Campeonato Escocês. Introdução dos play-offs, redução de 12 para 10 times no Campeonato Escocês, prolongamento desta temporada por conta dos adiamentos dos jogos… Todos esses assuntos serão colocados em debate. E, ironicamente, dois times rivais estão do mesmo lado.

Um dos principais temas a ser debatido é os play-offs. É claro que a maior defesa pela mudança do atual regulamento é tentativa de acabar com a hegemonia de Celtic e Rangers. Nos últimos 25 anos, somente os Gers e os Bhoys venceram o Campeonato Escocês. A última vez que um outro clube que não fosse da Old Firm (como é conhecido o clássico entre Celtic e Rangers) conquistou o título foi o Aberdeen na temporada 1984/85. Com a introdução dos play-offs, acredita-se que outros clubes teriam mais chances de brigar diretamente pelo troféu escocês.

Obviamente, membros de Celtic e Rangers já se manifestaram serem contra a mudança de regulamento. “Eu não acho que isso é justo. É um absurdo, se você olhar a diferença entre o líder e o terceiro ou quarto colocado, ela é sempre grande”, disse o técnico do Celtic, Neil Lennon. Opinião semelhante tem o treinador Rangers, Walter Smith: “Você acha que isso é justo? Claro que não”.

Outro ponto que tanto Smith quanto Lennon estão de acordo é sobre o prolongamento desta temporada do escocês. Ambos já mostraram serem contra essa ideia. “Não vejo porque deveria ser extendida. Se tivermos que jogar quatro partidas em oito dias, faremos”, disse Lennon.

“Se eles não fizeram isso por um time, por que deveriam fazer agora? Não vejo o motivo para ser extendida. Ainda há algumas semanas em que podemos encaixar os jogos. Não acho que há necessidade de prolongar a temporada”, disse o treinador do Rangers. Walter Smith, ao fazer essa afirmação “Se eles não fizeram isso por um time, por que deveriam fazer agora?”, se refere à temporada 2007/08 na qual os Gers tiveram que jogar nove partidas em 24 dias, sendo que um dos jogos incluía a final da Copa da Uefa com o Zenit. Nesse período, o Rangers teve um intervalo curto entre um jogo e outro. No final, o clube não conquistou nem o título europeu nem o troféu escocês.

Como se pode perceber, os rivais Celtic e Rangers têm algumas opiniões em comum e deverão se unir para defender os seus interesses durante o encontro no próximo dia 4 com os outros dez times da Premier League e com a SFA.

Como será a reunião? Haverá discussão, gritaria, briga? Alguma mudança será feita? Ou será que tudo acabará em pizza? As respostas no próximo capítulo…

Até o dia 5 de janeiro, um dia após a reunião.

P.S.: Aproveito para informar que, a partir do ano que vem, a coluna de Reino Unido/Irlanda será semanal.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo