Europa

Rivais com papéis invertidos

Nesta temporada, Celtic e Rangers estão em situações inversas em relação ao ano passado. Na última temporada, quem estava disputando uma competição europeia era o Rangers, que terminou em terceiro do Grupo C da Liga dos Campeões com seis pontos (uma vitória e três empates – um deles, um 0 a 0 com o Manchester United, em Old Trafford) na chave que tinha, além dos Red Devils, o Valencia e o Bursaspor. Na Liga Europa, o time de Glasgow passou pelo Sporting na fase 16-avos, mas foi eliminado nas oitavas pelo PSV. Para 2011/12, o Rangers decepcionou e não conseguiu vaga em nenhuma competição europeia. Já o Celtic, que na última temporada viu o rival viajando para diferentes países para cumprir os seus compromissos continentais, é o único representante escocês em competições europeias. No Grupo I da Liga Europa, com Atlético de Madrid, Udinese e Rennes, a equipe ainda não conquistou nenhum ponto. Na primeira rodada, perdeu por 2 a 0 para o Atlético de Madrid. Na quinta-feira, os Bhoys recebem a Udinese.

Em um time em que os principais destaques são o meio-campista Kris Commons e Biram Kayal, além do atacante Gary Hooper, o Celtic disputará com o Rennes para não ficar na lanterna da chave. A equipe escocesa pouco se reforçou na janela de transferência e ainda está desfalcada do lateral-esquerdo Emilio Izaguirre, eleito o melhor jogador da última temporada escocesa. Além de Izaguirre, que quebrou o tornozelo em agosto e ficará seis meses longe dos gramados, o time de Glasgow terá as baixas do meio-campista e capitão da equipe Scott Brown e do defensor Kelvin Wilson para o jogo contra os italianos esta semana.

No plano nacional, o Celtic está atrás de Rangers na tabela (o time de Ibrox tem 25 pontos, sete a mais que os Bhoys). Parte dessa vantagem se deve à vitória do Rangers sobre o rival por 4 a 2 no último dia 18. O grande responsável pelo desempenho dos Gers na Premier League é o meio-campista da seleção escocesa Steven Naismith, que é o artilheiro do Campeonato Escocês com oito gols. Se na última temporada o atacante Nikica Jelavic foi o responsável por balançar as redes para a equipe de Glasgow, na atual edição do Escocês ele marcou três gols e fez três assistências.

O Celtic teve um aproveitamento inferior ao rival. Além da derrota na Old Firm, tropeçou ao perder em casa por 1 a 0 para o St. Johnstone no dia 21 de agosto. Por mais que tenha um jogo a menos, o Bhoys ainda terão que diminuir a vantagem de sete pontos. E uma forma de fazer isso seria vencer os dois confrontos restantes antes da fase dos play-offs. Isso porque as duas equipe, obviamente, estarão entre os seis primeiros colocados após a 33ª rodada e estarão no mesmo grupo dos play-offs e, consequentemente, se enfrentarão mais uma vez.

Talvez uma esperança para o Celtic é que o Rangers terá o desfalque de Steven Naismith para o jogo contra o Hibernian, no sábado. O meio-campista foi suspenso por duas partidas (uma já foi cumprida na última terça-feira, na vitória por 2 a 0 sobre o Kilmarnock) depois de dar uma cotovelada no jogador do Dunfermline Austin McCann, após uma cobrança de falta. O árbitro da partida não chegou a ver o lance, mas a comissão da SFA (Assoaciação Escocesa de Futebol) analisou o caso por meio de imagens televisivas e decidiu punir o jogador dos Gers.

Se na temporada passada, o Rangers começou em desvantagem na tabela, ficou atrás do rival na classificação por várias rodadas , mas no final conquistou o título, desta vez o Celtic é quem está desesperado para diminuir a distância dos Gers. Até os play-offs, o Rangers ainda jogará 24 partidas, ou seja, disputará por 72 pontos, enquanto o Celtic ainda tem mais 25 jogos (75 pontos), E lembrando que ainda há mais 15 pontos em jogo nos play-offs, já que a partir da 33ª a tabela é dividida em duas (seis times no grupo dos campeões e seis na chave do rebaixamento) e cada time joga uma vez com as outras equipes da sua chave.

Short Stories

– A partir desta semana, esta coluna passará a ser quinzenal. 

Escocês
– Na classificação do Campeonato Escocês, além de Rangers e Celtic nas primeiras colocações, quem completa o pódio é o Motherwell, com 16 pontos (dois a menos que o Bhoys e nove a menos que o time de Ibrox). Na lanterna, o Inverness conquistou cinco pontos.

País Gales
– Gareth Bale, em entrevista exclusiva à Trivela, falou sobre o time do Reino Unido nas Olimpíadas e o que esperar da seleção galesa nos próximos anos. 
– Após oito rodadas, o The New Saints lidera o Campeonato Galês com 29 pontos, um a mais que o vice Neath e três a mais que o terceiro colocado Llanelli. Carmarthen e Newtown estão nas últimas posições, com três pontos.

Irlanda do Norte
– O Linfield é o líder do Campeonato Norte-irlandês com 21 pontos em nove jogos, seguido de Portadown e Donegal Celtic, que conquistaram 21 e 16 pontos, respectivamente. Glenavon ocupa a última posição com cinco pontos.

Irlanda
-O Sligo está no topo da tabela do campeonato com 61 pontos (31 jogos), mesma pontuação do vice Shamrock Rovers (que está disputando a Liga Europa, na mesma chave que Tottenham, Rubin Kazan e PAOK). O Derry City fecha o top 3 com 59 pontos, seguido de St Patricks e Bohemians. Galway Utd está na lanterna com seis.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo