Europa

Quem pode derrotar o Sheriff?

Sábado, 24 de julho, começa a vigésima edição do campeonato da Moldávia. E nos últimos dez anos, apenas um time conquistou o título nacional: o Sheriff Tiraspol. Na temporada passada, a equipe terminou o campeonato, que teve 33 rodadas, com 19 pontos de vantagem para o Iskra-Stal, o vice. Desta vez o competição cresceu de 12 para 14 clubes, e o número de rodadas caiu para 26. E a pergunta que fica é: alguém pode parar o multinacional Sheriff?

O elenco do clube é uma autêntica torre de Babel. Tem brasileiros, georgianos, montenegrinos, russos, argentinos, sérvios… e tem moldávios também, como o atacante Constantin Mandricenco, de apenas 19 anos.

Quanto a parar o Sheriff, o técnico do Dacia Chisinau, o russo Igor Dobrovolski, diz que não há como. “Não temos como competir com o Sheriff nesta temporada. Eles estão bem acima de nós e de todos os outros clubes”, disse.

O que pode atrapalhar a campanha do Sheriff, especialmente na primeira parte da temporada, é a participação nas copas europeias. Nas próximas duas semanas, o clube enfrenta os croatas do Dinamo Zagreb, pela terceira fase preliminar da Liga dos Campeões. Caso avance, chega à fase de playoffs, a mesma da temporada passada. Caso perca, vai para os playoffs da Liga Europa. Em 2009-2010, o clube chegou à fase de grupos da LE, vencendo o Twente e conseguindo dois empates contra o Steaua Bucareste, da Romênia. O objetivo para a temporada atual é tentar ao menos repetir o feito, mas não será surpreendente se eles chegarem ainda mais longe.

Panorama dos campeonatos em andamento

Na Armênia, o Banants lidera com 32 pontos, três a mais que o Pyunik, e com um jogo a menos. Será que finalmente alguém consegue parar o atual eneacampeão? O Banants também tem o artilheiro do campeonato, o brasileiro Eduardo Du Bala, com onze gols em onze partidas. Du Bala foi revelado pelo Vitória baiano, e milita em times pequenos do leste europeu desde 2005.

Em Belarus, o BATE Borisov lidera ciom 39 pontos em dezoito rodadas. O Dinamo Minsk vem três pontos atrás, na segunda colocação.

Na Estônia, o Levadia Tallin liderab com 50 pontos em 21 partidas, enquanto o Flora tem 44 pontos, mas três partidas a menos. O Narva Trans é o terceiro, com 42 pontos, mas as mesmas 21 partidas do líder.

Nas Ilhas Faroe, o NSÍ Runavik lidera com 29 pontos em 14 partidas, enquanto o HB Tórshavn tem um ponto a menos, e o ÍF tem 25.

No Cazaquistão, o Tobol lidera com 38 pontos após 19 rodadas, enquanto o Irtysh tem um ponto a menos, e o Aktobe vem em terceiro com 34, um a mais que o Shakhter, quarto colocado.

O Ventspils é o líder do campeonato da Letônia, com 31 pontos em doze partidas, três a mais que o Skonto Riga, que tem um jogo a menos, e sete a mais que o Liepajas Metalurgs.

Na Lituânia a liderança é do Ekranas, com 38 pontos em quinze jogos. O Zalgiris tem cinco pontos a menos e uma partida a mais. Logo atrás vem o Suduva, com 32 pontos. E a artilharia é de Povilas Luksys, do Suduva, com dez gols, seguoido de Vits Rimkus, do Ekranas, com nove.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo