Europa

Quando um ex-presidente é tão ídolo quanto um jogador

Muitos clubes de futebol tem na imagem de um presidente como a de um grande chefão. Enquanto alguns deles se acostumam a só mandar e desmandar dentro da agremiação, poucos viram grandes líderes ou ídolos de uma torcida.

Quando a exceção se faz como exemplo, como no Bursaspor, a dor da perda de um dirigente pode ser maior do que a de um jogador.

O presidente dos Crocodilos verdes faleceu na terça-feira em virtude de problemas cardíacos e gerou grande comoção entre a massa dos torcedores alviverdes. Ibrahim Yazici estava no comando do Bursaspor na campanha vitoriosa da Liga Turca em 2009-10, quando sua equipe superou o Fenerbahçe por apenas um ponto.

Foi o primeiro e único título do time em sua história. Outro feito importante do dirigente foi ter lutado pelo projeto de construção da Timsah Arena, estádio que receberá os jogos dos Crocodilos a partir de 2014.

Funeral Ibrahim Yazici

O funeral foi realizado nesta quinta-feira, com presença de figuras importantes no futebol local e pasme: 10 mil torcedores do Bursaspor com camisetas em homenagem a Yazici, que tinha 65 anos.

Além da execução do hino nacional, foi respeitado um minuto de silêncio e uma cena emocionante se deu quando alguns destes torcedores ergueram uma faixa com os dizeres: “Diga a nossos entes queridos no céu como você nos conduziu ao título da liga”.

Mostrar mais

Felipe Portes

Felipe Portes é editor-chefe da Revista Relvado, zagueiro ocasional, ex-jornalista, cruyffista irremediável e desenhista em Instagram.com/draw.portes

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo