Europa

A pior desculpa para dispensar um jogador saiu da Bulgária

O técnico Stefan Genov dispensou o meia Martin Dimitrov do Lokomotiv Sofia sob uma alegação um pouco difícil de acreditar. Na versão do treinador, o jogador de 26 anos preferiu tomar um banho de lama – sim, você leu corretamente – a enfrentar o Ludogorets, em 15 de dezembro.

Dimitrov de fato não participou da derrota por 4 a 0 para o atual campeão. Ficou sabendo pela imprensa que estava na hora de se cadastrar na Catho e sacar o FGTS.

“Depois, (diretor do Lokomotiv) Christian Dobrev me ligou e disse que Genov não contava comigo para o futuro”, , disse para o site BGsport. “Genov disse para Dobrev que ele queria me escalar para o jogo contra o Ludogorets, mas, segundo ele, eu me recusei para tomar um banho de lama. Isso não é algo que um jogador profissional diria”.

Não que se enlambuzar todo de lama não seja delicioso, mas fica difícil acreditar na versão do técnico do Lokomotiv Sofia, apesar de Dimitrov não ter dado outra explicação para não ter jogador contra o Ludogorets.

 

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo