EuropaLiga Europa

Os visitantes deram uma aula de como se impor na LE

O mando de campo não significou muito na segunda rodada da Liga Europa. Os visitantes deram um show nesta quinta-feira, com oito vitórias, contra apenas sete dos anfitriões. E não são apenas os placares que colocam os forasteiros em evidência, mas a contundência de muitos resultados.

Fiorentina, Tottenham, Red Bull Salzburg e Eintracht Frankfurt garantiram os 100% de aproveitamento em território hostil, alcançando boas vantagens rumo à classificação – Sevilla, Genk, Rubin Kazan, Ludogorets e Swansea também somam duas vitórias. PSV e Sevilla não se importaram com a distância de casa para buscar a redenção no torneio continental. Já a Lazio não venceu, mas pôde comemorar muito o empate com o Trabzonspor na Turquia, especialmente pela forma como veio. Confira os destaques da rodada:

Os favoritos

Dnipro 1×2 Fiorentina

A Fiorentina tinha um compromisso dificílimo na Ucrânia. A Viola teve que enfrentar o frio e a neve em Dnipropetrovsk, contra um adversário que vê a Liga Europa como um trampolim. De qualquer forma, a resposta da equipe treinada por Vincenzo Montella foi a melhor possível. O brasileiro Ryder Matos sofreu o pênalti convertido por Gonzalo Rodríguez, embora os anfitriões tenham igualado pouco depois, também da marca da cal, com Evgen Seleznyov. No fim das contas, coube a Borja Valero decidir. Melhor jogador da Fiorentina desde a temporada passada, o espanhol fez grande jogada e colocou a bola na cabeça de Massimo Ambrosini, que estufou as redes. Segunda vitória do time, contra aquele que prometia ser seu jogo mais duro.

Quase classificados

Anzhi 0x2 Tottenham

anji_730b(1)

Só se passaram duas rodadas da fase de grupos, mas o Tottenham pode se considerar com um pé nos mata-matas. Os Spurs tiveram vida fácil na Rússia, por mais que o Anzhi prometesse dificultar: vitória por 2 a 0, com gols de Jermain Defoe e Nacer Chadli, em outra partida na qual André Villas-Boas rodou seu elenco. Com o resultado, os ingleses chegaram aos seis pontos, enquanto todos os seus rivais na chave possuem dois ou um. Uma vitória contra o Sheriff Tiraspol em seu próximo compromisso e um empate entre Anzhi e Tromso pode colocar o Tottenham nos 16-avos de final.

A volta por cima

Kuban Krasnodar 0x2 Valencia

A goleada sofrida no Mestalla contra o Swansea ligou o alerta no Valencia. Entretanto, os Ches trataram de se recuperar na competição continental trazendo os três pontos na bagagem da Rússia. A equipe de La Liga foi a Krasnodar e não tomou conhecimento do Kuban. Apesar do bombardeio à meta adversária, os gols só saíram na metade final do segundo tempo. Paco Alcácer marcou o primeiro e Sofiane Feghouli fechou a conta.

Olho neles

Ludogorets 3×0 Dinamo Zagreb

O Ludogorets já tinha aprontado na abertura da LE, a derrotar o PSV em Eindhoven. E os atuais bicampeões búlgaros mostram que são fortes candidatos aos mata-matas. O Dinamo Zagreb pode não ser dos times mais tarimbados da competição, mas foi participante recorrente na Liga dos Campeões nas últimas temporadas. Ainda assim, os croatas foram empacotados na visita à cidade de Razgrad, com uma contundente vitória do Ludogorets. O atacante brasileiro Juninho Quixadá foi quem abriu a conta.

O vexame

Lyon 1×1 Vitória de Guimarães

O Lyon não tinha feito grande exibição na estreia, mas deu-se por satisfeito ao voltar com um ponto da Espanha, após enfrentar o Betis. Desta vez, porém, os Gones lamentaram bastante a chance desperdiçada contra o Vitória de Guimarães. Os franceses saíram em desvantagem no Estádio Gerland e, mesmo pressionando, não foram além do empate. Bafetimbi Gomis teve a melhor chance da virada, mas acabou barrado pelo goleiro Douglas e o 1 a 1 prevaleceu.

O brasileiro

Alan (Red Bull Salzburg)

Denmark Soccer Europa League

Alan vive fase inspirada pelo Red Bull Salzburg. No final de semana, foram quatro gols no Campeonato Austríaco, se tornando o jogador brasileiro com mais gols por ligas europeias em 2013. E hoje o ex-atleta do Fluminense foi fundamental no triunfo dos Touros Vermelhos pela Liga Europa, fora de casa. Ambos os tentos na vitória por 2 a 1 sobre o Esbjerg foram marcados por Alan, aproveitando-se da boa parceria com Jonathan Soriano, autor de um hat-trick na rodada inicial do torneio.

O craque

Sergio Floccari (Lazio)

O Trabzonspor tinha a vida tranquila na partida contra a Lazio. Comandados pelo atacante Paulo Henrique, os turcos abriram dois gols de vantagem e, depois que os biancocelesti diminuíram, voltaram a balançar as redes outra vez. Entretanto, os italianos conseguiram uma reação impensável graças ao papel decisivo de Sergio Floccari. O atacante saiu do banco de reservas e marcou dois gols depois dos 38 minutos do segundo tempo, assegurando o empate aos visitantes.

A promessa

Nick Powell (Wigan)

Revelado pelo Crewe Alexandra, Nick Powell chegou bem cotado ao Manchester United. Sem tantas chances em Old Trafford em seu primeiro ano, o meio-campista acabou emprestado ao Wigan. E a impressão deixada nesta quinta-feira foi a melhor possível. Atuando mais à frente, o prodígio marcou dois gols na vitória por 3 a 1 sobre o Maribor – um deles, um golaço, fazendo fila na defesa adversária – e ainda acertou uma bola na trave. Foi dele, aliás, o primeiro tento dos Latics por competições europeias.

A lambança

Aleksandr Belenov, goleiro do Kuban Krasnodar
Kuban Krasnodar 0x2 Valencia


O golaço

Memphis Depay, atacante do PSV
Chornomorets 0x2 PSV


Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo