Europa

Nils Liedholm morre aos 85 anos

O lendário ex-jogador sueco Nils Liedholm morreu nesta segunda-feira, aos 85 anos, em sua casa na cidade italiana de Cuccaro Monferrato. Liedholm marcou época no futebol italiano, tanto como jogador quanto como treinador, além de ter sido capitão da Suécia vice-campeã mundial em 1958, quando perdeu a final em casa para o Brasil.

Revelado pelo modesto Sleipner, Liedholm ganhou projeção internacional após se transferir para o IFK Norrköping, em 1946. Na seleção sueca, formou o famoso trio “Gre-No-Li”, ao lado de Gunnar Gren e Gunnar Nordahl, e se sagrou campeão olímpico em 1948, nos Jogos de Londres. Em 1949, transferiu-se para o Milan, onde ficou por doze temporadas.

O “Gre-No-Li” também foi formado com a camisa rossonera, e na primeira temporada o time marcou nada menos que 118 gols em 38 partidas – 37 de Liedholm. Na temporada seguinte (1950/51), ele conquistou o primeiro de quatro títulos italianos. Os outros viriam em 1955, 1957 e 1959, os dois últimos já sem os dois compatriotas.

A carreira de treinador começou também na Itália. Depois de passar tempo na comissão técnica do Milan, Liedholm dirigiu Verona e Varese, conquistando promoções com ambos. Em 1971, assumiu a Fiorentina, e dois anos depois foi para a Roma, onde permaneceu até 1977, quando retornou ao Milan como técnico.

Em 1979, Liedholm levou o Milan ao décimo scudetto de sua história, conquistando a primeira estrela dourada na camisa. No mesmo ano, iniciou sua segunda passagem pela Roma, que teve como ponto alto o título de 1983. No ano seguinte, os giallorossi foram vice-campeões europeus.

Liedholm ainda teve outras passagens por Milan, Roma e Verona, mas sem o mesmo sucesso. No Milan, que dirigiu pela última vez entre 1984 e 1987, foi o primeiro técnico da gestão de Silvio Berlusconi, iniciada em 1986. A última experiência no futebol foi no comando da Roma, na temporada 1996/97, após a demissão de Carlos Bianchi.

Liedholm foi o último integrante do Gre-No-Li a falecer. Gren morreu em 1991, e Nordahl, segundo maior artilheiro da história da Série A, em 1995.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo