Liga Europa
Tendência

Vlahovic marca após um mês em branco, e Juventus vence o Freiburg novamente para avançar

Um pênalti com expulsão no fim do primeiro tempo praticamente acabou com as esperanças do Freiburg

Dusan Vlahovic estava há um mês sem colocar uma bola na rede, jejum incômodo para um centroavante e que aparentemente o estava incomodando, mas converteu um pênalti nesta quinta-feira para garantir a vitória por 2 a 0 da Juventus fora de casa contra o Freiburg, mais do que suficiente para a Velha Senhora avançar às quartas de final da Liga Europa.

O Freiburg, que perdeu pelo placar mínimo em Turim, chegou a ter alguns momentos de empolgação, mas o pênalti com expulsão do zagueiro Manuel Gulde no fim do primeiro tempo deixou a sua situação difícil demais. Foi valente na etapa final e até conseguiu manter mais posse de bola. A defesa da Juventus, porém, prevaleceu.

Di María, autor do gol da vitória na ida, ficou no banco de reservas com problemas musculares, ao lado de Federico Chiesa. A lista de desfalques da Juventus continua grande, com Paul Pogba, Milik, Leonardo Bonucci, Fabio Miretti e Alex Sandro. Moise Kean formou a dupla de ataque com Vlahovic, e Federico Gatti fechou o trio de zaga. No Freiburg, a surpresa foi Vicenzo Grifo no banco de reservas.

Empurrados pela torcida, os alemães começaram mais animados e tiveram uma chance logo aos quatro minutos, em um rápido contra-ataque. Michael Gregoritsch fez a ligação para Ritsu Doan, que bateu de canhota de fora da área. Não pegou muito bem e mandou para fora. Manuel Locatelli soltou a perna de fora da área para o primeiro chute certo da Juventus, mas o Freiburg ainda era mais perigoso.

A primeira situação clara de gol saiu em um escanteio dos donos da casa. Matthias Ginter subiu bem alto para cabecear no canto, e Szczesny fez uma linda defesa. Gregoritsch ainda pegou o rebote, mas parou na defesa. Vlahovic achou que havia quebrado seu jejum, aos 27 minutos, depois da cabeça de Bremer parar no travessão. No entanto, ele estava impedido quando recebeu a ajeitada de Kean. O gol foi anulado.

Frustrado, o sérvio começou a finalizar qualquer bola que chegava a ele. Parou na defesa de dentro da área e mandou de média distância para fora, com desvio. Aos 40 minutos, Kean escapou pela esquerda e exigiu boa defesa com as pernas de Mark Flekken. Na sequência, Fagioli deu um bonito toque para a infiltração de Gatti. Manuel Gulde conseguiu o bloqueio, e Ginter salvou em cima da linha. No entanto, o zagueiro do Freiburg usou a mão para barrar o chute de Gatti.

O árbitro marcou o pênalti depois de checar o monitor do assistente de vídeo e, para piorar, deu o segundo cartão amarelo para Gulde. Vlahovic cobrou mal para caramba, no meio do gol. A bola chegou a bater no corpo de Flekken antes de entrar, para o alívio do atacante sérvio. Com um a menos, o Freiburg bravamente tentou correr atrás. A bola parada era a melhor arma. Aos 11 minutos, depois de uma bela de uma confusão dentro da área, Szczesny fez uma ótima defesa à queima-roupa e depois agarrou o recuo de Locatelli – que pareceu intencional.

A Juventus encaixou algumas ações ofensivas, uma cabeçada sem perigo de Kean e um chute de fora da área de Danilo. Sem nenhum perigo. A partida seguiu até o fim com uma dinâmica parecida. O Freiburg se esforçava para criar alguma coisa e não conseguia. A defesa bem armada da Juventus não precisou nem suar muito. Nos minutos finais, Chiesa, que havia entrado no lugar de Vlahovic, acordou. Acertou o travessão e depois marcou o segundo com um chute no canto, após receber o passe de Adrien Rabiot.

SC Freiburg

SC Freiburg
3-4-3
26
Mark Flekken
nl
17
Lukas Kubler
de
28
Matthias Ginter
de
5
Manuel Gulde
de
25
Kiliann Sildillia
fr
8
Maximilian Eggestein
de
27
Nicolas Hofler
de
30
Christian Gunter
de
42
Ritsu Doan
jp
38
Michael Gregoritsch
at
9
Lucas Holer
de
Substitutos
32
Vincenzo Grifo
it
14
Yannik Keitel
de
1
Noah Atubolu
de
29
Woo-yeong Jeong
kr
7
Jonathan Schmid
fr
7
Noah Weisshaupt
de
31
Benjamin Uphoff
de
4
Tan-Kenneth Jerico Schmidt
de
34
Merlin Rohl
de
22
Roland Sallai
hu

Juventus

Juventus
3-5-2
1
Wojciech Szczesny
pl
6
Danilo
br
3
Bremer
br
4
Federico Gatti
it
11
Juan Cuadrado
co
44
Nicolo Fagioli
it
5
Manuel Locatelli
it
25
Adrien Rabiot
fr
11
Filip Kostic
rs
9
Dusan Vlahovic
rs
18
Moise Kean
it
Substitutos
20
Fabio Miretti
it
23
Carlo Pinsoglio
it
22
Angel Di Maria
ar
46
Mattia Compagnon
it
43
Samuel Iling-Junior
gb
28
Enzo Barrenechea
ar
36
Mattia Perin
it
32
Leandro Paredes
ar
2
Mattia De Sciglio
it
7
Federico Chiesa
it
24
Daniele Rugani
it
30
Matias Soule
ar
Foto de Bruno Bonsanti

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.
Botão Voltar ao topo