Liga Europa

Um pênalti defendido aos 53 do 2° tempo fez o Spartak ir direto às oitavas da Liga Europa, em vez de ser relegado à Conference

Selikhov só disputou três jogos nesta Liga Europa, mas acumulou milagres em todas as partidas, inclusive no lance mais importante

Aleksandr Selikhov disputou apenas três partidas nesta Liga Europa, mas deixa a fase de grupos como o grande herói do Spartak Moscou. O goleiro já tinha defendido um pênalti de Jamie Vardy no empate contra o Leicester na Inglaterra e fechado o gol na vitória sobre o Napoli na Rússia. Ainda assim, seu protagonismo se tornou maior na última partida do Grupo C. Os moscovitas iam vencendo o Legia Varsóvia por 1 a 0 na Polônia, quando os anfitriões ganharam um pênalti aos 53 do segundo tempo. Se os poloneses convertessem, o Spartak não apenas deixaria a liderança, como precisaria se contentar com a Conference. Pois Selikhov pegou a cobrança de Thomas Pekhart e deu uma classificação emocionante aos russos, que entrarão diretamente nas oitavas de final da Liga Europa por ficarem na primeira posição.

O gol do Spartak em Varsóvia aconteceu aos 17 minutos, num vacilo da zaga do Legia que permitiu a Zelimkhan Bakaev marcar. Depois disso, ainda com chances de classificação, os poloneses pressionaram. Selikhov faria suas defesas e, na reta final do segundo tempo, ainda contou com a sorte ao ver Pekhart acertar a trave. Porém, o grand finale ficaria para o pênalti anotado nos acréscimos. Pekhart bateu baixo, num arremate não tão bem colocado. Ainda assim, Selikhov foi perfeito ao esperar a batida e espalmar a bola.

A consagração de Selikhov nesta Liga Europa é um tanto quanto inesperada. O goleiro formado pelo Orel se destacou com o Amkar Perm, do qual saiu para defender o Spartak em 2017. Selikhov ficou na reserva durante seus primeiros meses, até ganhar a posição em 2017/18. Porém, uma cirurgia no tendão de Aquiles e uma fratura no dedo limitaram seu espaço depois disso. Reserva, o arqueiro ganhou sequência apenas no segundo quadro. Uma nova chance no time principal só viria nesta temporada, quando Aleksandr Maksimenko foi para o banco ao tomar de 7×1 do Zenit. Foi a brecha para Selikhov ressurgir como protagonista na Liga Europa.

O Spartak termina o Grupo C da Liga Europa com dez pontos. Fica na liderança exatamente pela vantagem no confronto direto com o Napoli. Graças a isso, os russos entrarão diretamente nas oitavas de final, enquanto os italianos disputarão a repescagem contra um time direcionado da Champions League. Selikhov foi responsável por isso, com uma defesa que ainda evitou que os moscovitas acabassem abaixo do Leicester na classificação e fossem relegados à Conference.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo