Liga Europa

Um Barcelona maduro lidou bem com a adversidade e virou em Istambul para avançar

O Galatasaray saiu na frente, mas um bonito gol de Pedri e depois Aubameyang viraram para os catalães

O Barcelona saiu atrás contra o Galatasaray, diante de um estádio lotado e apaixonado em Istambul, mas não se deixou intimidar e conseguiu a virada até com certa naturalidade. Um bonito gol de Pedri e outro de Pierre-Emerick Aubameyang construíram o placar de 2 a 1 que leva os catalães às quartas de final da Liga Europa.

A maturidade para lidar com uma situação adversa é um ótimo sinal da evolução do Barcelona sob o comando de Xavi Hernández, um time muito mais confiável e com opções ofensivas em relação ao começo da temporada, sob o comando de Ronald Koeman, lamentando a saída de Lionel Messi e com profundos problemas financeiros – que ainda não desapareceram.

O Galatasaray não está fazendo uma grande temporada, no meio da tabela do Campeonato Turco, mas caiu de cabeça erguida contra um time que agora pinta como um dos principais favoritos ao título da Liga Europa. E nos primeiros minutos, trocou golpes de igual para igual contra o Barcelona.

Aos seis minutos, Gomis recebeu o lançamento nas costas da defesa, ganhou no corpo de Eric García com facilidade e bateu rasteiro. Jordi Alba fez um bloqueio muito importante. O Barça respondeu com um lindo passe de Busquets entre a defesa. Frenkie de Jong dominou bonito e bateu cruzado de esquerda, para fora. No outro lado, Ryan Babel abriu espaço contra Alba e chutou por baixo, sem problemas para Ter Stegen encaixar.

O Galatasaray abriu o placar em cobrança de escanteio, aos 28 minutos, com Marcão mergulhando para completar o cruzamento de Alexandru Cicaldau. Ficou tão feliz que quebrou a bandeirinha de escanteio e levou cartão amarelo. Alegria que durou pouco. Pouco depois, Ferrán Torres foi acionado por De Jong e encontrou ótimo passe para Pedri. O jovem espanhol driblou Marcão e Berkan Kutlu dentro da área antes de bater com consciência no canto de Iñaki Peña.

Goleiro do Barcelona emprestado aos turcos, Peña deve ter ficado muito frustrado no começo do segundo tempo. Fez duas grandes defesas, no chute de Busquets de fora da área e depois no rebote de Pedri. Mas a bola continuou viva dentro da pequena área, até De Jong ajeitar de cabeça para Aubameyang marcar.

A vantagem ainda era pequena. O Barcelona teve que administrar o jogo e buscar o terceiro gol, mas não sofreu muito na defesa e teve suas oportunidades, como uma bola de Ferrán Torres no travessão. Mais importante, pensando no clássico contra o Real Madrid no fim de semana, é que segue em plena evolução.

.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo