Liga Europa

Torcedores do Brighton são esfaqueados e roubados em Roma

Ao menos sete suspeitos encurralaram as vítimas em um corredor de um hospital na cidade italiana

Mais um caso lamentável de violência chamou a atenção do noticiário esportivo na Europa. Na última madrugada, torcedores do Brighton foram atacados por criminosos que esfaquearam as vítimas e roubaram seus pertences próximo de um hospital, em uma rua conhecida como Via Cavour. O time inglês encara a Roma pelo jogo de ida das oitavas de final da Liga Europa no Estádio Olímpico. Cerca de quatro mil ingleses viajaram para acompanhar a este importante confronto do Seagulls na temporada.

Funcionários de estabelecimentos das redondezas perceberam a confusão e acionaram as autoridades. Restaurantes da região acionaram os alarmes de segurança, o que teria dispersado os indivíduos. Conforme a Agência Nova, as vítimas são dois homens de 27 e 28 anos. Um grupo de sete criminosos teria sido o responsável pelos ataques aos torcedores do Brighton, que acabaram levando as carteiras das vítimas também. Outro torcedor do Brighton que acabou saindo ileso do ataque relatou o ocorrido em sua página no X (antigo Twitter).

O internauta relatou estar em um bar, sendo atacados pelos suspeitos assim que saíram do local. No mesmo post, a vítima pede aos demais torcedores do Brighton que tomem cuidado, pois o clima em Roma é mais hostil do que o vivenciado em Marselha. Vale ressaltar que o time inglês enfrentou os franceses na fase de grupos, venceram por 1 a 0 na Inglaterra e ficaram no empate por 2 a 2 na França.

“Eu e alguns dos meus companheiros fomos atacados em Roma ontem à noite depois de sair de um bar. Só quero dizer que todo torcedor do Brighton em Roma, por favor, tenha cuidado. É tão perigoso aqui fora e pior do que o Marselha”, relatou o torcedor.

Treinador do Brighton diz que equipe está preparada para sofrer pressão da Roma

Se fora dos gramados o clima para os quatro mil torcedores que saíram da Inglaterra para ver o Brighton em Roma não é nada amistoso, em campo, durante a partida, o treinador dos Seagulls, Roberto De Zerbi, aguarda que o time italiano faça valer o seu mando de campo e que a torcida crie um ambiente de muita pressão para o confronto de logo mais.

Contudo, o ótimo treinador italiano entende também que seus comandados estão preparados a este tipo de ambiente, já que ao longo desta temporada, a equipe do Brighton sofreu imensa pressão de outros adversários jogando fora de casa e acabou se dando bem. De Zerbi cita a vitória sobre o Manchester United, em pleno Old Trafford, pelo placar de 3 a 1 no primeiro turno da Premier League, o próprio empate frente ao Marselha e a vitória por 1 a 0 diante do AEK pela fase de grupos da Liga Europa.

“Vamos ver amanhã se o estádio nos vai intimidar ou não, jogámos em Old Trafford e ganhámos, empatámos 2 a 2 em Marselha, jogámos fora contra o AEK e vencemos também”, disse De Zerbi.

O treinador do Brighton considera que o jogo diante da Roma no Estádio Olímpico será um grande teste e que seu time está próximo daquilo que considera ideal em termos de raça e vontade em campo. Tal intensidade será importante para conseguir suplantar a pressão dos giallorossi e conseguir um bom resultado.

— Sei o empurrão do Olímpico, vamos ver amanhã, vai ser um teste para nós. Acredito que precisamos ter ainda mais força. Sinto que estes jogadores do Brighton estão temperamentalmente mais próximos de mim em termos de orgulho, fome e dignidade, motivação, valores, na forma como vivem o futebol — complementou o treinador do Brighton.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Esse é Lucas de Souza, redator e repórter do Futebol na Veia e da Trivela. Jornalista especializado em Marketing digital é também narrador do Portal Futebol Interior e da RP2Marketing.
Botão Voltar ao topo