Liga Europa

O Villarreal permanece brilhando na Liga Europa e supera o Dinamo Zagreb para alcançar a semifinal

Submarino Amarelo venceu os dois jogos contra o croata, e sempre com a estrela de Moreno

O Villarreal será o representante da tradição espanhola na sequência da Liga Europa. O Submarino Amarelo confirmou a classificação às semifinais, batendo o Dinamo Zagreb. A vaga estava nas mãos dos valencianos, depois da vitória por 1 a 0 no Estádio Maksimir. E, dentro do Estádio de la Cerámica, a equipe de Unai Emery confirmou o favoritismo ao derrotar os croatas novamente, agora por 2 a 1. A semifinal terá um reencontro marcante tanto para o treinador quanto para o clube, contra o Arsenal, algoz do maior momento do Villarreal nas copas europeias – a semifinal da Champions League de 2005/06. A campanha até o momento é fantástica, com 11 triunfos e um empate, incluindo 100% de aproveitamento nos mata-matas.

Mesmo com a vitória na ida, o Villarreal partiu para cima desde os primeiros minutos em casa. O Submarino Amarelo tinha amplo domínio, até as chances se tornarem mais claras. Aos 25, Samuel Chukwueze acertou a trave. E mesmo que o Dinamo tentasse responder, a superioridade do Villarreal rendeu o primeiro gol aos 38. Num ataque rápido, Gerard Moreno deu uma enfiada primorosa para Chukwueze. O ponta rolou e Paco Alcácer completou à meta vazia. O tento foi anulado por impedimento de início, mas o VAR confirmou.

O Villarreal aproveitou o momento, ampliando antes do intervalo. Aos 43, Moreno ressaltou um pouco mais sua fase estupenda e, num rebote do goleiro Dominik Livakovic, guardou o seu. O atacante soma 17 gols e seis assistências pelo clube em 2021, em 17 partidas, além de ter marcado também com a seleção espanhola diante de Kosovo. Com seis tentos na Liga Europa, é um dos vice-artilheiros, ao lado de Paco Alcácer.

Durante o segundo tempo, o Dinamo passou a pressionar mais, embora precisasse de três gols. O Submarino Amarelo também respondia e o duelo ficou bastante interessante, com muita agressividade. Os Azuis descontaram aos 29. Foi um lance lindo, em que Mislav Orsic tabelou com Bruno Petkovic e recebeu de calcanhar para definir. Chukwueze acertaria a trave de novo na sequência, além de parar em Livakovic. As investidas do Villarreal acabaram esfriando o Dinamo, que não conseguiu uma reação maior, embora ainda lutasse.

O Dinamo sai com uma campanha histórica na Liga Europa, em seu melhor desempenho nas copas europeias desde 1970. Não foram atuações ruins nas quartas de final, mas não ameaçaram tanto a superioridade dos oponentes. Já o Villarreal amplia sua história na Europa. Embora a Champions de 2005/06 seja a campanha mais marcante, esta é a quarta vez que o Submarino Amarelo se torna semifinalista da Copa da Uefa / Liga Europa – tinha chegado entre os quatro melhores também em 2003/04 (derrotado pelo Valencia), 2010/11 (Porto) e 2015/16 (Liverpool). Será mais uma tentativa em busca da inédita final, e com um especialista do calibre de Unai Emery no banco.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo