Liga Europa

Numa noite imersa em emoção, o Napoli dedicou diversos tributos a Maradona e o honrou com a vitória

Nápoles atravessa dias repletos de emoção, entre as homenagens e o luto por Diego Armando Maradona. E, nesta quinta, o Napoli precisou entrar em campo numa jornada mergulhada em sentimentos. A partida contra o Rijeka, pela Liga Europa, era um mero pretexto. A ocasião valia mesmo para que os celestes prestassem diversos tributos e exaltassem a memória do camisa 10. Os 2 a 0 no placar, por fim, selaram uma noite que não poderia ter outro destino além da vitória.

O Estádio San Paolo se tornou um ponto de encontro à torcida napolitana desde as primeiras horas em que a notícia sobre a morte de Maradona se espalhava. Os torcedores se uniam para a vigília em conjunto e para gritar o nome do ídolo. Os portões do San Paolo, que deverá ser rebatizado com o nome de Diego, passaram a abrigar velas e outras tantas lembranças do gênio. E, antes que a bola rolasse, a partida começou por ali. A torcida celeste acendeu sinalizadores ao redor do estádio. Além disso, o capitão Lorenzo Insigne levou flores ao lado de Tommaso Starace, histórico roupeiro dos napolitanos durante os tempos gloriosos.

Durante o aquecimento, os alto-falantes do San Paolo ecoaram ‘Life is Life’, música que marcou a arte de Maradona antes das partidas. Já na entrada em campo, todos os jogadores do Napoli vestiam a camisa 10, com o nome de Maradona às costas. A imagem do ídolo apareceu no telão. O clube emitiu uma mensagem sobre como Diego foi o “único e imenso amor” dos napolitanos. Depois do minuto de silêncio, cheio de barulho dos fiéis no lado de fora, houve um aplauso em uníssono na cidade de Nápoles – com os torcedores saindo nas janelas para celebrar a lenda.

Maradona era onipresente no San Paolo (FILIPPO MONTEFORTE/AFP via Getty Images/One Football)

Quando a bola rolou, o Napoli logo dominou as chances, em um gramado rodeado pelo nome de Diego Armando Maradona. Giovanni Di Lorenzo e Diego Demme bateram com perigo, enquanto o goleiro Ivan Nevistic faria grande defesa em arremate de Matteo Politano. O arqueiro manteria o placar zerado, até que os napolitanos finalmente fizessem valer sua superioridade aos 40. Piotr Zielinski cruzou rasteiro e Armando Anastasio acabou anotando o gol contra. Antes do intervalo, o Rijeka tentou responder, mas Alex Meret manteve a vantagem.

No segundo tempo, o Rijeka pouco esboçou o empate, antes que o Napoli tomasse conta da partida e fechasse a vitória. Aos 30 minutos, Insigne descolou um lançamento maradoniano e deixou Hirving Lozano na cara do gol. O mexicano teve tempo para fintar o goleiro, antes de mandar às redes. Os napolitanos criariam chances para uma goleada, com vários bons lances nos minutos finais. Todavia, Nevistic trataria de evitar uma diferença mais ampla.

O Napoli lidera o Grupo F da Liga Europa, com nove pontos. Real Sociedad e AZ aparecem logo abaixo, com sete, após o empate por 0 a 0 em Alkmaar nesta quinta. Já o Rijeka ainda não pontuou e está eliminado. Na próxima rodada, os italianos tentam definir a classificação antecipada na visita ao AZ.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo