Liga Europa

Não faltou gol na Liga Europa: Dortmund leva uma paulada, Porto e Atalanta viram, Sevilla se impõe

Todas as oito partidas da primeira fase do mata-mata da Liga Europa tiveram pelo menos dois gols - e alguns resultados surpreendentes

O mata-mata da Liga Europa ganhou o peso de camisas importantes do futebol europeu, com os terceiros colocados dos grupos da Champions League enfrentando quem se classificou em segundo na mesma fase da Liga Europa. Alguns confrontos poderiam muito bem ter acontecido na competição principal, inclusive, como Napoli x Barcelona, Porto x Lazio e RB Leipzig e Real Sociedad. As partidas não decepcionaram, nem para quem gosta de gols (29 em oito duelos), nem para quem gosta de reviravoltas, com duas viradas importantes de Porto e Atalanta – além de mais um vexame do Borussia Dortmund.

Ferrán Torres perde chances

Barcelona 1 x 1 Napoli – Camp Nou

Contratado em janeiro, Ferrán Torres estava visivelmente decepcionado ao fim do empate por 1 a 1 entre Barcelona e Napoli nesta quinta-feira no Camp Nou. Havia perdido pelo menos duas grandes oportunidades de gol, o que contribuiu para os italianos conseguirem um valioso empate fora de casa. Chegaram inclusive a abrir o placar com uma bomba de Piotr Zielinski após tabela com Eljif Elmas e defesa do goleiro Ter Stegen. O Barça empatou com Torres, cobrando pênalti, e pressionou na reta final, especialmente após a entrada de Dembélé. Mas, de frente para Alex Meret, Torres perdeu a última grande oportunidade virar a partida ao bater por cima do travessão.

Uma defesa inexplicável

Borussia Dortmund 2 x 4 Rangers – Signal Iduna Park

A defesa do Borussia Dortmund merece um profundo estudo. Não conta com jogadores ruins (no geral), mas entra em colapso com assustadora frequência. Foi o que aconteceu no novo vexame continental do time de Marco Rose nesta temporada. Eliminado em um grupo da Champions League em que deveria se classificar, chegou a estar perdendo em casa por 4 a 1 para o Rangers, antes de descontar. James Tavernier abriu o placar, de pênalti, e Alfredo Morelos ampliou, aproveitando desvio em cobrança de escanteio na pequena área. John Lundstram pegou bonito na bola para completar a ótima jogada de Ryan Kent pela esquerda, logo no começo da etapa final. Jude Bellingham conseguiu descontar, mas Zagadou marcou contra. Raphaël Guerreiro conseguiu diminuir um pouco o prejuízo dos alemães, que precisarão de um grande resultado no Ibrox para avançar.

Respeita o Sheriff

Sheriff Tiraspol 2 x 0 Braga – Sheriff Stadium

Grande surpresa da fase de grupos da Champions, com direito a vitória sobre o Real Madrid, o Sheriff Tiraspol começou muito bem o mata-mata da Liga Europa. Recebeu o Braga, experiente participante da competição, e venceu por 2 a 0 em casa. Sebastian Thill fez o primeiro gol, cobrando pênalti, antes de Adama Traoré ampliar aproveitando um erro crasso da defesa portuguesa. Pegou a sobra de um domínio ruim no meio-campo, arrancou até a entrada da área e tocou na saída do goleiro Matheus.

Alucinante

Zenit 2 x 3 Betis – Gazprom Arena

Em ótima temporada, o Betis abriu o mata-mata da Liga Europa marcando dois gols em poucos minutos contra o Zenit, fora de casa, e apesar de ter levado o empate, conseguiu voltar à frente e se segurar na defesa para selar uma valiosa vitória. A equipe de Manuel Pellegrini, em terceiro lugar no Campeonato Espanhol, abriu o placar com cabeçada de Guido Rodríguez, após cobrança de falta do interminável Joaquín. Willian José ampliou de fora da área, com um chute no cantinho. O Zenit acordou depois dos 20 minutos e conseguiu descontar com Artem Dzyuba no jogo aéreo. Malcom empatou logo na sequência em uma jogada que envolveu quatro brasileiros do Zenit: ele, Douglas Santos, Claudinho e Wendel. O goleiro Mikhail Kherzakov vacilou na saída de bola e permitiu que Andrés Guardado fizesse 3 a 2 para os espanhóis, ainda antes do intervalo. No segundo tempo, os russos assumiram as rédeas, geraram uma forte pressão e chegaram a acertar a trave, mas o Betis resistiu.

La Dea renasce

Atalanta 2 x 1 Olympiacos – Gewiss Stadium

Em má fase no Campeonato Italiano, sem vencer há quatro rodadas, a Atalanta não estava tão focada na Liga Europa, de acordo com o seu técnico Gian Piero Gasperini, e precisou correr atrás do resultado em Bergamo, após Tiquinho Soares abrir o placar para o Olympiacos, aos seis minutos. Um contra-ataque bem construído pelos gregos que terminou com a batida de fora da área do atacante. Mas, em duas cobranças de escanteio entre os 16 e 18 minutos do segundo tempo, Berat Djimsiti virou o jogo. Primeiro de cabeça, depois pegando a sobra com a perna direita.

Pênalti mandrake…

RB Leipzig 2 x 2 Real Sociedad – Red Bull Arena

Duas equipes de peso de suas respectivas ligas, RB Leipzig e Real Sociedad fizeram um bom jogo na Alemanha nesta quinta-feira, no qual os bascos estiveram duas vezes à frente no placar, apesar de uma postura mais defensiva, e foram castigados com o empate graças a um pênalti… bastante discutível. Na sobra de um escanteio, Diego Rico jogou a bola na área para Robin Le Normand marcar na segunda trave. Quando deu meia hora, o Leipzig empatou com Nkunku, de cabeça, após cruzamento de Angeliño. Mikel Oyarzabal converteu um pênalti (esse bem claro) em toque de mão de Josko Gvardiol e voltou a colocar a Real Sociedad em vantagem, na metade do segundo tempo. Seguiu a pressão dos donos da casa. Dominik Szoboszlai entrou na vaga de Nkunku e, em dois minutos, ganhou um pênalti. O lance é bastante estranho porque, mesmo se tiver havido um contato mínimo, ficou bem claro que ele se jogou. Emil Forsberg bateu e salvou o empate para o RB Leipzig.

Martial abre a conta

Sevilla 3 x 1 Dínamo Zagreb – Ramón Sánchez Pizjuán

Principal reforço de inverno do Sevilla, Anthony Martial marcou seu primeiro gol pelo novo clube, e os donos da casa resolveram a parada ainda no primeiro tempo. Ivan Rakitic abriu os trabalhos cobrando pênalti, mas Mislav Orsic empatou para o Dínamo Zagreb, aos 41 minutos da etapa inicial. E antes de o árbitro decretar intervalo, os espanhóis conseguiram abrir vantagem, graças a um chute de Ocampos da entrada da área que desviou no meio do caminho. E com o gol de Martial, com um chute rasteiro em assistência de Papu Gómez.

Porto se impõe contra a Lazio

Porto 2 x 1 Lazio – Estádio do Dragão

Houve equilíbrio no primeiro tempo no Estádio do Dragão, e a Lazio chegou a abrir o placar com um gol de letra de Mattia Zaccagni, mas Toni Martínez acertou duas finalizações precisas para garantir a vitória do Porto por 2 a 1. Os italianos fizeram o primeiro, porém, aos 23 minutos, quando Luis Alberto cruzou rasteiro após cobrança de escanteio e Zaccagni completou com muita classe. Martínez acertou uma cabeçada quase da entrada da área para empatar e, depois do intervalo, apareceu sozinho na marca do pênalti. As duas assistências foram de João Mário.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo