Os clubes da Alemanha sustentam uma sequência impressionante neste início de mata-matas das competições europeias: são oito vitórias em oito partidas dos germânicos. Na Champions League, o horizonte parece aberto a Bayern de Munique, RB Leipzig e . E, na Liga Europa, o aproveitamento dos alemães permanece impecável. O Eintracht Frankfurt não pôde entrar em campo para se reencontrar com o Red Bull Salzburg, por conta de uma tempestade, mas já tinha encaminhado sua vida com os 4 a 1 em casa. Já nesta quinta, e carimbaram o passaporte. Os dois ganharam suas duas partidas, consumando a classificação às oitavas de final fora de casa.

O Leverkusen impressionou até pelo tamanho de seu desafio. O poderia ser uma pedra no sapato, mas já tinha perdido na BayArena por 2 a 1. E, nesta quinta, a equipe de Peter Bosz derrotou os portistas também dentro do Estádio do Dragão. Vitória por 3 a 1 dos Aspirinas, que resolveram logo a parada e contaram com a inspiração de .

Trocando passes com extrema facilidade, o Leverkusen abriu o placar aos dez minutos. Em lance no qual teve até caneta de Kerem Demirbay, Havertz deu o passe ao desmarcado Lucas Alario, que concluiu às redes. Em um primeiro tempo sem tantas emoções, os Aspirinas matariam o duelo na volta à segunda etapa. Pressionando, os alemães ampliaram aos cinco minutos, em assistência de Havertz para Demirbay. Já o terceiro viria sete minutos depois, em presente de Moussa Diaby a Havertz. O Porto precisava de cinco tentos, mas só fez um, em cabeçada de Moussa Marega aos 20. Tiquinho Soares ainda saiu expulso.

Quem também fez bonito foi o Wolfsburg. A situação contra o era cômoda depois do triunfo por 2 a 1 na Volkswagen Arena, durante a última semana. Já nesta quinta, os Lobos passaram o trator com os 3 a 0 na Suécia. Houve ainda uma bola na trave dos alemães, que se aproveitaram da falta de ritmo de um adversário que ainda começará sua temporada nacional.

Josip Brekalo deixou o Wolfsburg em vantagem aos 41 minutos, com um belo chute colocado da entrada da área. Uma batida cruzada de Yannick Gerhardt aumentaria a contagem aos 20 do segundo tempo. Por fim, quatro minutos depois, caberia até um gol brasileiro. O jovem João Victor esperou a arrancada de Gerhardt até a linha de fundo e apenas escorou o cruzamento na pequena área. Noite incontestável dos Lobos.

Leverkusen e Wolfsburg continuam com seus objetivos na Bundesliga. Enquanto os Aspirinas crescem outra vez na virada dos turnos e só estão fora do G-4 pelo saldo de gols, os Lobos se aproximam da zona de classificação à Liga Europa. Depois do que o Eintracht Frankfurt aprontou em 2018/19, ficou claro que os alemães podem fazer papéis dignos no torneio continental. Mais do que uma chance de título ou uma maneira de aumentar os lucros, também é um caminho para elevar a pontuação da Alemanha no Ranking da Uefa.