Liga Europa

Igor Paixão e Lukaku são protagonistas de empate emocionante entre Feyenoord e Roma pela Liga Europa

Empate por 1 a 1 é favorável para a Roma, que vai receber o Feyenoord em casa, na próxima semana, para definir a vaga nas oitavas de final da Liga Europa

O confronto entre Feyenoord e Roma foi muito movimentado e teve emoção até os minutos finais. No entanto, foi o equilíbrio entre os times que definiu o empate pelo placar mínimo no jogo de ida desta quinta-feira (15), no Feyenoord Stadium, em Roterdã. O brasileiro Igor Paixão abriu o placar para os donos da casa no primeiro tempo, e Romelu Lukaku deixou tudo igual na segunda etapa.

O resultado é bem mais favorável para a equipe italiana, que terá a oportunidade de decidir a vaga nas oitavas de final da Liga Europa em casa, na próxima quinta-feira (22), às 17h (horário de Brasília).

Igor Paixão abre o placar de cabeça

A primeira etapa foi muito acelerada, com ambas as equipes buscando o ataque. Foram pelo menos 15 minutos de muita pressa em campo, e alguns passes errados, até que o time da casa começasse a mostrar suas garras.

Porém, a abordagem da Roma pelas costas da defesa foi muito eficiente. Paredes fez a função de descer até à linha dos dois zagueiros centrais e procurar os melhores espaços para colaborar com Lukaku. Nessa estratégia, o atacante belga recebeu pelo menos duas bolas em boas condições para finalizar, sempre acabava sendo bloqueado pelos adversários.

Já do lado dos holandeses, Igor Paixão se infiltrava da forma que podia na área adversária, muitas vezes com dois marcadores em sua cola. E assim o jogo seguiu até que, no minuto de acréscimo da primeira etapa, Paixão tirou o zero do placar.

Hartman recebeu uma bola precisa pela esquerda, próximo à linha de fundo e, como estava livre, não pensou duas vezes para cruzar na área. A bola do lateral conseguiu passar por Llorente no caminho, e Paixão subiu totalmente sozinho para cabecear a bola para o fundo das redes.

Lukaku deixa tudo igual, e Feyenoord assusta com bola na trave

No segundo tempo, a Roma se arriscou mais. De Rossi promoveu algumas mudanças de postura e trocou Nicola Zalewski por Stephan El Shaarawy. A estratégia funcionou bem e, aos poucos, os visitantes foram ganhando terreno.

A coroação para as mudanças do técnico italiano aconteceu aos 12 minutos, quando Paredes conseguiu boa abertura pelo lado esquerdo e tocou para Spinazzola. O lateral-esquerdo cruzou para o meio, e Lukaku, mesmo desajeitado, acertou a bola quase de ombro, tirando o goleiro do lance. Um golaço.

Depois disso, a Roma teve melhores oportunidades, mas a última grande chance da partida foi num lance de bola parada do Feyenoord. Ivanusec cobrou falta pelo lado direito, quase na linha lateral, e surpreendeu o goleiro Mile Svilar. A bola venenosa cobrada pelo meio-campista bateu na trave direita e voltou para o campo, mas sem rebote.

Roma leva decisão para casa com retrospecto favorável

O confronto Feyenoord x Roma se tornou um verdadeiro clássico na última década. Isso porque as equipes já se enfrentaram cinco vezes em competições europeias nesse período. A primeira disputa aconteceu na temporada 2014/15, quando a Roma enfrentou os holandeses nas oitavas de final da mesma competição. Naquela ocasião, os Giallorossi superaram os adversários neerlandeses por 2 a 1 fora de casa, após empate pelo mesmo placar desta quinta-feira em seus domínios.

No entanto, a partida mais memorável ocorreu na temporada 2021/22 com os Lupi, então treinados pelo icônio José Mourinho, venceu a final da Liga Conferência, graças a um golaço de Zaniolo. Já na última temporada passada, as duas equipas disputaram as quartas de final da competição europeia, com mais um triunfo da Roma.

Botão Voltar ao topo