Liga Europa

Ferguson tentou levar Totti ao Manchester United: “Ele não queria sair da Roma”

Lendário técnico do Manchester United admitiu que tentou contratar Totti, mas que o jogador recusou e quis permanecer na cidade eterna, onde jogou até se aposentar

O que seria do Manchester United com um Francesco Totti no auge da sua forma? O lendário técnico Alex Ferguson contou em entrevista à Gazzetta dello Sport que tentou levar o camisa 10 da Roma para Old Trafford, mas que o jogador não teve interesse de sair da cidade eterna. Permaneceu por lá até o fim da carreira, onde se aposentou em 2017.

Manchester United e Roma se enfrentam nesta quinta-feira, pela semifinal da Liga Europa. Para o United, é uma chance de título em uma temporada que está distante do líder da Premier League, Manchester City, e já foi eliminado nas outras copas. Para a Roma, é a chance de um título e também de uma vaga na Champions League, já que a disputa na Serie A está distante. O time está em sétimo lugar, a 11 pontos da Juventus, atual quarta colocada.

Um confronto histórico entre os dois times aconteceu na temporada 2006/07, pelas quartas de final da Champions League. Naquela temporada, a Roma abriu o confronto na capital italiana e venceu por 2 a 1, com gols de Rodrigo Taddei e Mirko Vucinic. Wayne Rooney descontou para o United, com passe do atual treinador dos Red Devils, Ole Gunnar Solskjaer, naquela época já um veterano.

No jogo de volta, em Old Trafford, o United demoliu os giallorossi: 7 a 1, com dois gols de Michael Carrick (outro que permanece no United, na comissão técnica), Alan Smith, Wayne Rooney, Cristiano Ronaldo duas vezes e Patrice Evra. Daniele De Rossi marcou o único gol da Roma naquela partida.

“Cada jogador propôs a sua melhor música e todos juntos compuseram uma linda sinfonia”, disse Ferguson em entrevista à Gazzetta dello Sport. “Eu imediatamente tive a sensação que estava vivendo uma daquelas noites que raramente acontecem na vida de um técnico”, comentou ainda o treinador.

Tradicionalmente, Ferguson convidada os treinadores adversários a tomarem uma taça de vinho em seu escritório em Old Trafford depois do jogo. Naquele dia, mesmo tomando 7 a 1, Luciano Spalletti atendeu ao convite do escocês.

“Eu fiquei muito satisfeito que Spalleti aceitou o convite, apesar do resultado e da eliminação”, comentou Ferguson. “Ele veio ao meu escritório para nosso drinque e o fato que ele apareceu, mantendo a promessa, foi uma demonstração de uma personalidade forte”, continuou. “Eu posso imaginar que não foi fácil para ele brindar comigo, mas ele não voltou atrás, como um verdadeiro esportista”.

Ferguson então revelou que tentou tirar Francesco Totti da Roma e levá-lo a Old Trafford. “Nós gostávamos do jogador e queríamos incluí-lo no nosso time. Mas quando nós expressamos o nosso interesse, imediatamente ficou claro que Totti não queria deixar a Roma. Ele estava profundamente ligado à sua cidade. Seu currículo é claro. Ele vestiu apenas a camisa da Roma”, contou Ferguson.

Depois daquele confronto fatídico entre Roma e Manchester United e a goleada dos Red Devils, Totti ainda jogou por 10 anos. Só pendurou as chuteiras em 2017, já como um reserva bastante útil para o time, marcando gols importantes, inclusive em clássicos. Eternizou a camisa 10 da Roma, que vestiu por tantas temporadas consecutivas. No início, Totti recebeu a camisa 20, na temporada 1995/96. Vestiu também a camisa 15 ainda naquele ano. Em 1996/97, recebeu a camisa 17. Claramente ele merecia mais. Ele jogou com a camisa 10 desde a temporada 1997/98 e ficou até 2016/17. Desde então, ninguém usa esse número na Roma.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo