Liga Europa
Tendência

Coisa de craque: Di Maria coloca bola embaixo do braço e faz três gols para classificar a Juventus diante do Nantes

Após empate por 1 a 1 em Turim, Juventus foi para a França pressionada, mas contou com um Di Maria inspirado para carregar o time a uma vitória indiscutível

A Juventus entrou em campo pressionada. Depois de um empate por 1 a 1 no jogo de ida contra o Nantes, em Turim, em um jogo que foi melhor e não conseguiu vencer, conseguir a classificação era uma questão de honra. Um espírito que foi encarnado por Ángel Di Maria. O argentino teve um dia de craque: fez três gols, com direito a um golaço para abrir o placar, e decidiu o jogo em um 3 a 0 inapelável no Stade de la Beaujoire. Uma classificação com autoridade da Velha Senhora em um momento que era muito necessária para o time.

O técnico Massimiliano Allegri tinha problemas para escalar o time. Federico Chiesa, Arkadiusz Milik, Paul Pogba e Fabio Miretti todos ficaram fora da partida por lesão. E ainda teve uma surpresa: Dusan Vlahovic começou a partida no banco, com a escalação de Moise Kean como titular.

O jogo rapidamente foi para as mãos da Juventus. Aos quatro minutos, Nicolò Fagioli tomou a bola no meio-campo e acionou Di Maria, que ajeitou e chutou colocado, no ângulo. Golaço do argentino e 1 a 0 no placar para os bianconeri. Depois, aos 19 minutos, foi dele uma jogada espetacular dentro da área, tirando do goleiro, tocando de calcanhar e quase marcando. Só não marcou porque o zagueiro Nicolas Pallois colocou o braço quase na linha do gol. Pênalti marcado após revisão no VAR e cartão vermelho para o zagueiro. O próprio Di Maria cobrou com precisão: 2 a 0.

Com esses dois gols e uma grande atuação de Di Maria, o jogo estava encaminhado para a Velha Senhora. Seria preciso uma reviravolta grande para mudar o panorama. Di Maria continuou muito bem e quase marcou o terceiro, de longe, em um chute que exigiu boa defesa de Alban Lafont.

As melhores chances eram da Juventus, usando muito Filip Kostic pelo lado esquerdo. Ele tentou acionar Moise Kean dentro da área, mas a bola foi interceptada um pouco antes. Depois, ele mesmo tentou e ficou perto.

No segundo tempo, o domínio da Juventus continuou, com Di Maria causando problemas à defesa do Nantes. Juan Cuadrado, que entrou no segundo tempo, também levou perigo em uma descida pelo lado direito. Lafont precisou trabalhar em uma jogada ensaiada da Juventus em escanteio que resultou em cabeçada com perigo de Alex Sandro, mas o goleiro impediu o gol.

Só que no escanteio, não teve jeito. Em uma bola caótica dentro da área, Di Maria tocou de cabeça, o goleiro Lafont tentou tirar, mas a bola já tinha entrado. Era o seu hat trick: 3 a 0 para a Juventus, com o nome de Di Maria claramente em destaque. A última vez que algum jogador fez três gols pela Juventus em uma partida internacional fora de casa foi Filippo Inzaghi contra o Hamburgo, em setembro de 2000, pela Champions League.

https://twitter.com/OptaPaolo/status/1628840539809280001

No fim, vitória categórica da Juventus, que vai às oitavas de final da Liga Europa. É uma competição muito importante para a equipe, ainda mais com a perspectiva que será difícil conquistar uma vaga na Champions League pela Serie A depois da punição de 15 pontos que recebeu. Ganhar a Liga Europa seria uma forma de ganhar a vaga ao principal torneio da Europa.

https://www.youtube.com/watch?v=fo_1PTB26cI

Foto de Felipe Lobo

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!). Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009, onde ficou até 2023.
Botão Voltar ao topo