Liga Europa

Braga mostrou mais argumentos para vencer o Rangers na Pedreira e vai decidir em Glasgow com vantagem

Em um jogo apertado em Portugal, o Braga mostrou mais qualidade e desmontou o sistema defensivo do Rangers para vencer pelo placar mínimo

O Braga jogou melhor conseguiu uma vitória merecida sobre o Rangers por 1 a 0, no jogo de ida pelas quartas de final da final da Liga Europa. Em uma boa atuação no Estádio Municipal da cidade, conhecido como Pedreira, os bracarenses foram superiores, se impuseram tecnicamente e conseguiram a vitória pelo placar mínimo, que dá ao time ao menos a chance de empatar o jogo na Escócia para se classificar.

O Rangers entrou em campo com a missão de tentar atrapalhar o jogo do Braga, fazendo passes curtos e tentando manter o time do técnico Carlos Carvalhal sem espaço. Com uma capacidade física grande e bem posicionado defensivamente, o time escocês dava corda na esperança que o Braga fosse se enrolar sozinho.

Com a posse da bola e precisando fazer o jogo se abrir, o Braga colocou mais intensidade no jogo e passou a pressionar mais os rivais. Com a defesa mais avançada em campo e o time mais compacto, o que se viu foi um Braga que tentava sufocar o Rangers até conseguir criar uma chance. O time chegou até a marcar um gol com André Horta, que foi anulado após revisão no VAR por uma falta no lance.

No final do primeiro tempo, o Braga enfim conseguiu o seu gol. Eram 40 minutos quando Iuri Medeiros desviou de letra um passe da direita, a bola chegou a Abel Ruiz e o atacante chutou forte para marcar 1 a 0. Um bonito gol dos bracalenses para conseguirem a vantagem.

No segundo tempo, o Braga administrou o jogo. Dominou as ações e chegou mais ao ataque, onde ficou a maior parte do tempo. Com o passar dos minutos, o time português passou a tentar gastar o tempo e administrou o resultado com segurança, já que o Rangers pouco conseguiu ameaçar. Com o passar dos minutos, o Rangers se jogou mais ataque, mas sem conseguir ser eficiente, com muitos passes curtos e sem finalizações. As quatro finalizações do Rangers na segunda etapa não acertaram o gol.

O resultado dá ao Braga uma pequena vantagem para o jogo de volta, na próxima semana, no Estádio Ibrox, em Glasgow. Um empate será o bastante para o Braga, enquanto os escoceses precisam de uma vitória para seguirem vivos.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo