Europa

Herói à noite, jogador de futebol semi-amador de dia

Ele passou a noite em claro ajudando as pessoas, dormiu muito pouco e, nas primeiras horas do último sábado, estava com as chuteiras amarradas, vestido de azul e branco. A narrativa que poderia ser de qualquer super-herói conta um pouco sobre o fim de semana de Frank McKeown, que não é a identidade secreta do Homem-Aranha, mas de um bombeiro e capitão do clube escocês semi-amador Stranraer.

Na noite da última sexta-feira, um helicóptero da polícia caiu em um pub de Glasglow, lotado com mais de 120 pessoas. Foram confirmadas oito mortes – cinco clientes e três tripulantes – e 14 gravemente feridos. McKeown, 27 anos, foi um dos mais de cem bombeiros que realizaram o resgate das vítimas após a tragédia.

Depois de invadir a madrugada trabalhando, o zagueiro dormiu uma hora e saiu de casa para disputar a quarta rodada da Copa da Escócia contra o Clyde. “Foi uma preparação diferente para o jogo, obviamente”, disse em entrevista à BBC. “A noite foi um pouco traumática. Tirei um momento para refletir e coloquei as coisas em perspectiva. É apenas um jogo de futebol, sabe”.

A partida terminou 1 a 1 e o replay será realizado no Stair Park, casa do Stranraer, que terá mais chances se o seu capitão, herói à noite, zagueiro de dia, conseguir dormir ao menos umas oito horas.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo