Champions LeagueEuropa

Fase de grupos da Champions: Corneta Europa analisa

Como muitos devem saber, acabou a primeira fase da Liga dos Campeões da Europa. Nenhuma grande surpresa, a menos que você encare os devaneios xeiques como favoritismo (e se você acredita, bem, tenho más notícias…).

Como alguns devem lembrar, o nosso Guia da Champions teve a participação do famigerado Corneta Europa, falando o porquê cada um dos 32 times não venceria de jeito nenhum.

Passada essa primeira etapa do PLATINIZÃO, ele está de volta, comparando o que disse em suas previsões e já adiantando a corneta para as próximas fases. FÓM!

GRUPO A
Paris Saint-Germain

ANTES: O dono ricaço árabe arranjou um convite pra festa chique, mas isso não faz do time um fã de caviar. Por enquanto mal se vira numa galinha com farofa, como prova a campanha furreca no Francesão.

DEPOIS: A campanha no Francesão segue furreca (é só o 4˚ após 15 rodadas), mas os dois Dínamos se mostraram piores que o AJACCIO. Ibrahimovic fez 2 gols, que devem ser os seus únicos, já que agora em diante é mata-mata.

Porto

ANTES: Sem Olhanense, Beira-Mar e outras coisas indignas de Série C brasileira, as chances são mais ou menos como as minhas com a Galisteu. Melhor centrar forças no Portuguesão, que é a Preta Gil dos campeonatos.

DEPOIS: Tudo previsto. Classificar nesse grupo era previsível, mas agora que chegou a hora de pegar a Galisteu, deve sobrar só a Preta Gil mesmo.

Dynamo Kiev

ANTES: Não queria ser tão apelativo, mas o BETÃO (aquele) é titular do time. Já perdeu antes de jogar.

DEPOIS: Pois então. A ÚNICA VITÓRIA do time no torneio foi no jogo que Betão NÃO JOGOU. Fica essa dica aí pro técnico, na Liga Europa.

Dinamo  Zagreb

ANTES: Patrocinado pelo maior supermercado croata, ano passado entrou no varejo ao levar misteriosos 7×1 do Lyon, em casa, na última rodada. Única chance de ser percebido na competição é repetir a “peruada”.

DEPOIS: Estava enganado. Novamente jogou o último jogo em casa e dessa vez foi percebido pela partida interrompida por causa da neve. Evolução.

GRUPO B
Schalke 04

ANTES: Há mais de 50 anos sem ganhar o Chrucrutão, não será um dos primeiros eliminados só porque é 04. Fosse o Schalke 01, iria logo pedindo pra sair, esse fanfarrão.

DEPOIS: Acertamos mais uma, o Schalke segue na briga. Na briga pra gente saber se vai ser eliminado nas oitavas ou nas quartas.

Arsenal

ANTES: Existem três modos de testar a ingenuidade duma criança: a) se ela acredita em Papai Noel; b) se tem medo do Boi da Cara Preta; c) se ela acha possível um título continental do Arsenal.

DEPOIS: Tá chegando o Natal e é até bem possível que o Papai Noel exista mesmo. Agora um titulo do Arsenal está mais pra história do Pinóquio.

Olympiacos

ANTES: Nem se a UEFA fizesse uma promoção, onde pra chegar a final, cada sócio precisasse depositar apenas 500 euros. Quem raios tem 500 euros sobrando na Grécia hoje em dia?

DEPOIS: Optaram pela promoção mais em conta dos 25 euros, o que só dava direito a uma vaga na Liga Europa.

Montpellier

ANTES: Já cumpriu a sua função ano passado, afundando alguns barris de petróleo do PSG. Agora o lance é não perder todas, e curtir mais uns dois anos essa vida de ex-campeão do Francesão, antes de ser rebaixado novamente.

DEPOIS: Não perdeu todas, apenas quatro. Podia ser pior, eles podiam ser o Manchester City.

GRUPO C
Málaga

ANTES: Mais um a entrar na dança com a grana do ricaço árabe. Mas ele abandonou a festa, e deixou o time contando só com a reza por Alá.

DEPOIS: O xeique deixou o time na mão e ele se classificou invicto, com duas rodadas de antecedência. Provando que árabe só entende de esfiha.

Milan

ANTES: Tentou o ZÉ LOVE, não conseguiu e levou o BOJAN. Não somente não vai ganhar, como NEM TÁ A FIM.

DEPOIS: O time é tão ruim, mas TÃO RUIM, que começo a acreditar de que um título é possível. Tipo quando o Coldplay ganhou um Grammy.

Zenit

ANTES: A participação do Zenit são sempre duas certezas: a de que não vai ganhar; e a de que os nazistinhas russos farão alguma bobajada racista. Única dúvida agora é descobrir se os hitlerzinhos tem algo contra super-heróis verdes.

DEPOIS: Tudo confirmado: time eliminado e nazistinhas da torcida boicotando o Hulk. O que é uma perda de tempo, já que ele se boicota sozinho.

Anderlecht

ANTES: Uma espécie de “antes e depois” da ARABIZAÇÃO do futebol. Antes, um dos mais tradicionais europeus dos anos 80. Depois, um dos mais fracassados (ganhou UM jogo em 18 nas últimas 3 disputas). E é esse “depois” que joga esse ano.

DEPOIS: Bom, agora já dá pra dizer que ganhou 2 jogos em 24, nos últimos 4 torneios. Vai ver a ideia é bater um tipo de recorde de PIOR MÉDIA.

GRUPO D
Borussia Dortmund

ANTES: Se tivesse classificação por melhor torcida, tipo gincana, talvez o MOSAICO ajudasse. Além disso, é muita ironia um time que fica na merda justamente ao perder BARRIOS e KAGAWA.

DEPOIS: Bom, talvez a verdadeira ironia fosse que com a dupla LEWANDOWSKI e REUS o time passou a jogar DIREITO. Mas só no mata-mata que o Dortmund pode ser verdadeiramente JULGADO.

Real Madrid

ANTES: Consultando meu psiquiatra, o Dr. Palhares, a ideia de Mourinho não é ganhar, apenas ferrar com o Barcelona. Depois que consegue, desiste. É tipo a relação do Edir Macedo com a Globo.

DEPOIS: Com 213 pontos atrás no Espanholão, o Dr. Palhares me disse que a raiva interior de Mourinho deve estar inteiramente concentrada na Champions. Um vudu em azul e grená não está descartado.

Ajax

ANTES: Já sem grandes chances ao se classificar, ainda deu azar de cair no tal “grupo da morte”. Ou seja, não apostaria no Ajax nem que fosse o nome dum cavalo num torneio de turfe.

DEPOIS: Apesar dos pesares, o manga larga já cansado conseguiu uma vaguinha na Liga Europa, onde concorre com cavalinhos de mesmo nível.

Manchester City

ANTES: Ao ficar no grupo de Real Madrid, Dortmund e Ajax, o ricaço árabe percebeu que é como um sorveteiro que caiu de paraquedas numa festa com Bill Clinton, Bono Vox e o príncipe William. Tem dinheiro pra ganhar, mas a tradição é de perder.

DEPOIS: Não podia ter acertado mais. O sorveteiro foi o lanterna, não venceu um jogo, e não terá nem a Liga Europa pra vender seu picolé de milho. Ainda dá tempo pro xeique largar o futebol e se dedicar a velha tradição árabe: esfihas!

GRUPO E
Juventus

ANTES: Levando apenas o futebol em consideração, entra como o AZARÃO. Mas tudo depende em como andam as APOSTAS.

DEPOIS: Entrou no último suspiro. Agora no mata-mata, só Deus sabe até onde a Juventus pode chegar. Ou o Sporting Bet.

Shakhtar Donetsk

ANTES: Nem o Mano Menezes ainda acredita que jogadores do Shakhtar têm alguma chance. Mas não garanto.

DEPOIS: Emocionado, em algum canto desse planeta, Mano Menezes chora e diz que ele tinha razão, Shakhtar copeiro. Emocionado e desempregado.

Chelsea

ANTES: Porque como o eclipse total do sol, tem coisas que só acontecem a cada 200/300 anos.

DEPOIS: Que o título foi uma hecatombe da natureza, ok. A gente só não sabia que o fiasco e a realidade viriam tão rápido. É o Once Chelsea.

Nordsjælland

ANTES: Tantas chances de ganhar quanto o de alguém pronunciar direito o nome desse negócio.

DEPOIS: Pior campanha, saldo de -18. E você ainda não sabe o nome do time.

GRUPO F
Bayern de Munique

ANTES: Já diria o poeta, no auge de seu OTIMISMO: “a esperança é um urubu pintado de verde”. Parece que em Munique há provérbio semelhante, chamado “a esperança é um Robben pintado de amarelo”.

DEPOIS: O mesmo poeta uma vez disse: “se o homem não tivesse preguiça de caminhar, não teria inventado a roda”. Em Munique, tem a versão “se o Bayern não tivesse preguiça de vencer, não teria mantido o Robben”.

Valencia

ANTES: As chances são tipo criança querendo ver TV até a meia-noite: só pode se os dois pais espanhois deixarem. E mesmo que deixem, provavelmente fique com sono bem antes disso.

DEPOIS: Já terminou a novela, a criança ainda tá acordada, agora na espreita de ver os programas noturnos do Multishow. Vâmo ver o que acontece quando Papai Barça e Mamãe Real descobrirem.

Bate Borisov

ANTES: Coadjuvante honorário do torneio, já merecia até um trocadilho melhor do que esse que você tá aí pensando. (E caso não esteja, teu senso humorístico tá mais fraco que o próprio time)

DEPOIS: Após tanta goleada, não merecem um trocadilho melhor coisa nenhuma. Entra no torneio como Bate, sai dele como o APANHA.

Lille

ANTES: Inaugurou um estádio top de linha em agosto, que é para ter a certeza que todos vexames já são históricos de qualquer modo.

DEPOIS: Dito e feito: três jogos em casa no belíssimo estádio, três derrotas (até do Borisov conseguiu perder). Sem dúvida um feito histórico.

GRUPO G
Barcelona

ANTES: Posse de bola, marcação pressão, herança Guardiola, força da base, melhor jogador da Europa (o Xavi – RISOS) e no fim, honesto e sincero, o time quase sempre depende de uma só coisa: ELE decidir. O resto é com a Mãe Dinah.

DEPOIS: Ainda não falei com a Mãe Dinah, que faz previsões só na virada do ano. Por via das dúvidas, continuo a acreditar que só depende DELE decidir.

Celtic

ANTES: Apesar da identificação católica do clube, os torcedores escoceses costumam mais beber do que rezar. O que fazem muito bem, porque com esse time horroroso, nem com a maior das rezas.

DEPOIS: Me enganei! Após ganhar do Barcelona com 11% de posse de bola, a reza católica parece que ainda funciona (chupa essa, RR Soares!). Mas agora podem voltar só a beber, porque a festa acabou.

Benfica

ANTES: É tipo um Cerro Porteño da Europa. Classifica todo ano, passa da primeira fase tranquilo, e depois sai de cena, menos notado do que trilha sonora em filme pornô.

DEPOIS: Dessa vez nem isso, saiu de cena até mesmo antes dos créditos (que ninguém olha num filme pornô). Passa a ser favorito na Liga Europa, o que só aumenta as chances de perder também.

Spartak Moscou

ANTES: O governo resolveu doar um estádio ao time, depois que a Copa de 2018 foi confirmada na Rússia. Esse ano não rola, mas se continuar a semelhança com certo time sem estádio que ganhou um torneio continental, quem sabe em 2016…

DEPOIS: É, não rolou mesmo: 1v e 5d dos soviéticos. Única função foi eliminar o Benfica, uma represália aos portugas chamarem o time de MOSCOVO.

GRUPO H
Manchester United

ANTES: Por mais que gaste os tubos em contratações, um time com Nani sempre parece fazer um mau negócio. É como comprar um terno Armani pra uma entrevista de emprego, e complementar o visual com Crocs.

DEPOIS: A fase de grupos é uma espécie de OFFICE-BOY dos empregos. Na hora que procurar um cargo de chefia, veremos do que Nani é capaz.

Galatassaray

ANTES: Não vou citar o Felipe Mello, não vou citar o Felipe Mello, não vou citar o Felipe Mello, não vou citar o Felipe Mello. Droga, foi mais irresistível do que ele dar um pontapé, ser expulso e estragar com tudo.

DEPOIS: Felipe Mello não foi expulso em nenhum jogo. Aumentam as probabilidades de isso acontecer e deixar o time na mão.

Cluj

ANTES: Na TERCEIRONA romena até dez anos atrás, cada continente tem o São Caetano que merece.

DEPOIS: Cluj copero, nenhuma derrota fora, vitória em Old Trafford, e só eliminado pelo FORMULISMO. Agora vai São-Caetanear na Liga Europa.

Braga

ANTES: Com um total de 11 brasileiros Lado B no elenco, a única coisa que podem ganhar é um bolsa-auxílio do Ministério do Trabalho do Brasil, por empregar tantos compatriotas.

DEPOIS: Agora que só restou o Portuguesão pra jogar, que vale menos que uma casca de banana, já podemos revogar essa bolsa. Veta, Dilma!

Acompanhe o Corneta Europa no Twitter e no Facebook.

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo