Champions League

Veja as torcidas de Roma e CSKA jogando sinalizadores uma na outra

O retorno da Roma à Champions League depois de três anos não foi marcado apenas pelo belo futebol apresentado pelos giallorossi e pela goleada por 5 a 1 sobre o CSKA Moscou. Nas arquibancadas do Estádio Olímpico, a estreia dos italianos foi um pouco manchada por uma guerra de sinalizadores entre os torcedores donos da casa e os russos. Além dos incidentes dentro do palco da partida, do lado de fora dois torcedores do CSKA foram levados ao hospital após serem agredidos (um deles esfaqueado) nos arredores do estádio.

VEJA TAMBÉM: Com lindo passe de Totti, Gervinho marcou golaço na goleada da Roma

Um vídeo publicado no Youtube mostra que o confronto nas arquibancadas não foi nada leve, e os seguranças que tomavam conta da partida tiveram dificuldade para conter os dois lados. Os moscovitas foram quem iniciaram o conflito, o que faz sentido, já que deveriam estar bastante frustrados com o baile que o time levava da Roma, que abriu 4 a 0 ainda no primeiro tempo. O primeiro sinalizador teria sido atirado logo após o quinto gol dos italianos, no início do segundo tempo.

Segundo o jornal inglês Guardian, a Uefa receberá o relatório da partida nesta quinta-feira, para decidir se aplicará sanções às duas equipes. Caso isso aconteça, essa poderá ser mais uma história de torcidas violentas prejudicando seu clube por ações desmedidas. Roma e CSKA já entraram como azarões em um grupo que conta com Manchester City e Bayern de Munique. Os italianos, por exemplo, têm uma chance real de desbancarem os ingleses e ficarem com uma das vagas às oitavas, mas para isso precisará do apoio incondicional de sua torcida. Imaginar o time jogando no Olímpico com algum setor fechado já seria um desfalque relevante para quando a equipe receber City e Bayern. A história é muito conhecida, mas a lição, dificilmente aprendida.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo