Champions League

Simeone responde críticas ao estilo do Atlético: “Nunca desrespeitei um colega”

A declaração foi considerada por jornais de Madri uma resposta direta ao comentário de Guardiola após o jogo de ida

O técnico do Atlético de Madrid, Diego Simeone, rebateu críticas ao estilo do Atlético de Madrid, especialmente de colegas de profissão, na véspera de reencontrar o Manchester City para o jogo de volta das quartas de final da Champions League no Wanda Metropolitano.

Na ida, em Manchester, o argentino tentou travar o campeão inglês com um esquema 5-5-0 e acabou derrotado por 1 a 0. Após a partida, Pep Guardiola disse que atacar duas linhas de cinco é muito difícil “na pré-história, hoje ou em 100 mil anos”.

Ele não falou que o jeito como o Atlético de Madrid atuou era pré-histórico, mas a declaração não caiu muito bem dentro do clube espanhol, com Koke, uma das principais lideranças do elenco, dizendo nas redes sociais que é “apaixonado pela história” do Atleti “desde a pré-história”.

Os jornais AS e Marca consideraram a declaração de Simeone uma resposta direta a Guardiola: “Treino desde 2005 e jamais desrespeitei um colega. Eu me coloco no lugar dos treinadores com os quais eu compito e entendo que há diferentes maneiras de expressar o que cada um sente como treinador. Mas não compartilho quando alguém é depreciativo”.

Sobre outras opiniões, da imprensa, dos torcedores, de jogadores que não estão envolvidos na partida, cada um tem a sua. “Digo o que dizia meu pai: ‘o peixe morre pela boca’. Palavras são de graça e todos podemos opinar. Entre colegas, há maneiras diferentes e eu tenho uma, a de sempre respeitar os demais, sempre”, disse.

Em seus comentários antes do jogo de volta, Guardiola defendeu Simeone e seu estilo de jogo. “Foram criticados na ida porque o Atlético perdeu. Se tivesse ganhado, todos teriam elogiado, mas como perdeu, foi mal visto. O Atlético está fazendo isso há uma década e não foi nada mal para eles”, disse o técnico catalão.

Precisando pelo menos vencer para forçar a prorrogação, Simeone disse que não vai “se afastar muito do que acreditamos”, mas que tentará melhorar as transições e espera que os seus principais jogadores tenham uma grande noite. Também não espera um Manchester City muito diferente do seu próprio estilo e disse que assistiu ao duelo contra o Liverpool no último domingo.

“Sempre temos o mesmo respeito por todos os rivais. Sempre tentamos ver os grandes jogos e mais ainda se for a prévia de uma partida nossa. Foi um grande jogo, com muito talento das equipes, e os dois tiveram que recuar pelo ataque a outra equipe propunha. Duas equipes que jogam de um jeito muito bonito”, encerrou.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo