Champions League

Simeone: “Griezmann joga no meio-campo, assiste como um camisa 10 e finaliza como um 9”

O Atlético de Madrid pressiona incessantemente o Leicester no primeiro tempo do primeiro jogo das quartas de final da Champions League. Em determinado momento, os colchoneros perderam a bola para os Foxes, mas rapidamente a recuperaram e dispararam em contra-ataque para tentar abrir o placar no Vicente Calderón. Griezmann saiu em velocidade do campo do Atleti em direção ao dos visitantes e, ao entrar na área, foi derrubado por Albrighton. O árbitro assinalou: era pênalti para o time de Madrid. O próprio francês pegou a bola e foi para a cobrança. E ele converteu. De quatro tentativas de gol de pênalti nesta temporada, o atacante só foi feliz dessa vez. E como. Foi o tento que firmou a vitória dos colchoneros nesta quarta, o único da partida. Mas é importante colocar que Griezmann fez muito mais do que acertar uma cobrança de pênalti. E Simeone reconheceu isso no pós-jogo.

LEIA TAMBÉM: Griezmann confirma que fica no Atlético de Madrid e será maior reforço de Simeone

“Griezmann é um jogador fabuloso. Ele é muito completo. Você não sabe em que posição ele joga. Ele joga pelo meio, assiste como um camisa 10 e finaliza como um número 9”, declarou o técnico na coletiva de imprensa que sucedeu o confronto. “Ele é um jogador que sabe que essa reta final da temporada é um momento importante para ele, e ele está assumindo a responsabilidade com o status que ele tem”, completou o argentino. De fato, o francês é um jogador completo e multifuncional. Nesta quarta, mesmo, ele flutuou entre as três posições de ataque, jogou no meio-campo e chamou a responsabilidade em todas as funções. Faltou sorte para que ele mexesse ainda mais no marcador, mas sobrou talento do camisa 7, o melhor do Atleti contra o Leicester.

Além de Griezmann, Simeone elogiou o time como um todo, ainda que tenha reconhecido que viajarão para a Inglaterra com uma vantagem que não é tão boa assim. “Foi uma partida muito disputado. Foi uma boa vitória, mas o jogo de volta será bastante difícil”, falou o comandante. “Ainda tem muito jogo. Nós vivemos partida por partida. Primeiro temos que enfrentar bem o jogo de sábado [contra o Osasuna, fora de casa, por La Liga] e, em seguida, pensar nos outros confrontos. Eu não acho que ninguém de nós está trabalhando já com essa sensação de que estamos na semifinal da Champions”, disse ainda, antes de dizer que espera uma “noite fantástica de futebol em Leicester” e “um jogo diferente, porque o Leicester vai atacar o Atleti e é um time complicado”.

 

Mostrar mais

Nathalia Perez

Jornalista em formação trabalhando a favor de um meio esportivo mais humano. Meus heróis sempre foram jogadores de futebol, mas hoje em dia são muito mais heroínas.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo