Champions League

Simeone: “A felicidade é por ver o valor do time, eu me emociono quando trabalham como equipe”

Simeone falou sobre os méritos da vitória sobre o Manchester United e elogiou especialmente Renan Lodi, decisivo na noite

Diego Simeone adiciona mais uma classificação de peso à sua grande história com o Atlético de Madrid na Champions League. Os colchoneros possuem um retrospecto bastante respeitável contra clubes ingleses na competição continental e, desta vez, se provaram contra o Manchester United em Old Trafford. Depois da partida, o treinador elogiou o trabalho coletivo dos rojiblancos em busca da classificação.

“O sentimento é de felicidade. Muita gente trabalhando para que as coisas corram bem. Muita gente envolvida para sair daquele momento irregular que passávamos há um mês e meio, e que foi mudando depois da partida contra o Osasuna. Sobretudo, a felicidade é por ver o valor do time. Quando trabalham como equipe, eu me emociono. Fomos um time competitivo”, definiu Simeone.

O treinador falou também do plano de jogo de sua equipe: “Não temos vergonha de jogar na defesa, mas sabendo o que fazer quando sair, porque enfrentávamos uma equipe com grandes individualidades. O gol apareceu e nos deu vantagem, no segundo tempo houve um trabalho coletivo brilhante, dos melhores dessa temporada, que me deixa com alegria”.

Sobre os destaques individuais, Simeone citou vários nomes: “Todos jogaram bem. Não há um que não tenha jogado bem na partida. Contamos com um grande esforço de Griezmann, que sabe o que fazer, com um Lodi que cada dia mais cresce nessa posição, com um João  Félix que trabalha na necessidade do time, com um De Paul que cresceu, com um Herrera que nos tira dos problemas para iniciar o jogo, com uma defesa brilhante e um Oblak que voltou a nos dar tranquilidade. Isso fala de um grande trabalho como equipe”.

Ainda assim, o comandante dedicaria elogios especiais a Renan Lodi, autor do gol e em franca recuperação: “Lodi vai marcar um gol de falta a qualquer momento, porque tem um grande chute de bola parada, vocês já vão ver. Está com vontade, com entusiasmo. Precisou esperar, teve a chegada de Reinildo, mas aconteceu a sanção de Carrasco. Quando você trabalha e não baixa os braços, sempre há uma opção e ela apareceu. Está em um grande momento”.

Sobre a mudança de postura do Atleti na temporada, Simeone ressalta a forma distinta como sua equipe vem encarando os últimos compromissos: “Viemos de uma temporada em que saímos campeões fazendo um torneio extraordinário na Liga. Esse ano nos custou, com a irregularidade que tivemos, mas a equipe mostrou outro espírito, outra energia, outra força. Podemos fazer estrago nos contra-ataques e isso é algo importante para nós”.

Por fim, Cholo não quis cravar o objetivo do Atlético na Champions, mas listou os grandes feitos que já viveu com um clube contra adversários ingleses: “Sabemos qual é nosso caminho. Hoje nos preocupa a partida contra o Rayo. Ganhar em Manchester não é fácil, ganhar do Chelsea, do Liverpool. As pessoas terão para sempre essas vitórias na mente”.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo