Champions League

Forsberg e Sesko descomplicam a vida do RB Leipzig contra o Young Boys por mais uma vitória na Champions

Não foi a partida mais brilhante, mas o RB Leipzig fecha participação na fase de grupos com 12 pontos ganhos, seis atrás do Manchester City

Não foi a partida mais brilhante do RB Leipzig na temporada, mas mesmo sem apresentar um futebol de qualidade, o time do técnico Marc Rose precisou de apenas 11 minutos no segundo tempo para bater o Young Boys e garantir a segunda colocação do Grupo G da Champions League na tarde desta quarta-feira (13). O time alemão bateu os suíços por 2 x 1 e fechou sua participação na primeira fase com 12 pontos ganhos, sendo quatro vitórias e duas derrotas. Os gols do jogo foram marcados por Sesko, em linda jogada trabalhada e depois por Forsberg, em belo chute de canhota dentro da área.

Os suíços chegaram a empatar com Colley, logo após tomar o primeiro gol. Porém, o time alemão passou à frente no marcador pouco tempo depois e ainda poderia ter marcado mais um, assim como o Young Boys, que lutou até o final para conseguir o empate. No fim das contas, o time suíço terminou na 3ª colocação da chave e agora vai disputar a fase eliminatória da Liga Europa.

Jogo truncado atrapalha o espetáculo em Leipzig

Já classificado para a próxima fase da Champions League e cumprindo tabela diante do Young Boys, já classificado para a Liga Europa, o RB Leipzig jogou com o “freio de mão puxado” no primeiro tempo. Sem muita criatividade, o time alemão abusou um pouco das bolas aéreas e não criou tanto pelo meio, via infiltrações e ultrapassagens, tão características da equipe. Já os suíços, quando recuperavam a bola, tinham determinação e vontade para chegar à intermediária e de lá também não avançavam muito, facilitando o trabalho da defesa do Leipzig.

Os alemães até conseguiram sair na frente do Young Boys logo aos cinco minutos da primeira etapa. Sesko mandou para o fundo da rede, porém após revisão do VAR o gol foi anulado. A equipe suíça teve a sua primeira oportunidade aos 20 minutos de jogo. Após cobrança de escanteio, Niasse subiu livre na primeira trave e cabeceou firme para grande defesa do goleiro Gulácsi.

Nem RB Leipzig, muito menos o Young Boys praticaram um bom futebol no primeiro tempo. Os dois times chegavam com certa facilidade ao último terço do campo, mas no momento de achar o passe para finalizar, acabavam errando a jogada. Christopher Lenz, lateral-esquerdo do time alemão, tentou na individualidade resolver o problema de criação de sua equipe. O jogador levou a bola até a intermediária e cruzou para a área. A bola tomou um efeito e ia caindo dentro do gol. Esperto na meta, o goleiro Ballmoos se esticou todo para fazer a defesa.

RB Leipzig confirma vitória com dois golaços

Após um primeiro tempo sonolento, o RB Leipzig resolveu jogar bola e marcou um lindo gol para abrir o placar aos cinco minutos da etapa complementar. Poulsen começou a jogada na entrada da grande área e abriu o jogo para Henrichs pela direita. O lateral achou belo passe pasa Sesko, que limpou a marcação como quis e mandou a bola no ângulo de Ballmoos.

O gol não intimidou o Young Boys, que no minuto seguinte empatou o jogo. Nsame tomou a bola no meio-campo e partiu em velocidade. O atacante chegou à linha de fundo e só rolou para Colley, que só teve o trabalho de empurrar a pelota para o gol e empatar o marcador. O empate animou o time suíço, que foi ao ataque mais uma vez aos nove minutos. Dessa vez, Colley serviu Nsame dentro da área, o centroavante ficou sem ângulo. Tentou cruzar novamente, porém bateu forte demais na bola.

A partida seguia emocionante e logo na sequência, Forsberg colocou os alemães na frente do marcador novamente. Na base do toque de bola, Kevin Kampl serviu o sueco do lado esquerdo da área. Com muita calma e precisão, o meia chutou de perna esquerda, cruzado, sem chances de defesa do goleiro Ballmoos. Buscando o empate para não encerrar sua participação na Champions League com derrota, o Young Boys quase empatou o jogo aos 32 minutos, em um chutaço de falta de Ganvdula, que assustou o goleiro Gulácsi. García também tentou de fora da área, mas mandou a bola à esquerda da meta do goleiro húngaro.

O time alemão teve ótima oportunidade para marcar o terceiro gol e liquidar a fatura com Timo Werner. O atacante recebeu livre do lado direito da área, mas no momento da finalização, acabou pegando muito embaixo da bola e mandou por cima da meta de Ballmoos.

Ao contrário da primeira etapa, os times protagonizaram um jogo muito mais emocionante na 2ª etapa e o Young Boys, pela luta e também pelo que produziu na etapa complementar, merecia uma sorte melhor no duelo desta tarde. Melhor para o RB Leipzig, que confirmou o favoritismo e encerrou a primeira fase com 12 pontos, na vice-liderança do Grupo G.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Lucas de Souza é jornalista formado pela Universidade São Judas em São Paulo. Possui especialização em Marketing Digital pela Digital House, e passagens pelos sites Futebol na Veia e Futebol Interior.
Botão Voltar ao topo