Champions League

O dia na Champions: PSV segura Rangers no jogo de ida dos playoffs; Copenhague e Antwerp vencem

PSV consegue um bom empate fora de casa diante do Rangers na fase de playoffs da Champions, que ainda teve vitórias de Royal Antwerp e Copenhague

A terça-feira foi de início da fase de playoffs da Champions League, a última eliminatória antes da fase de grupos. No duelo mais badalado, o PSV conseguiu segurar o Rangers, em um empate duríssimo conquistado na Escócia. Além desse confronto, tivemos ainda vitória do Royal Antwerp sobre o AEK e do Copenhague em cima do Rakow.

Rangers 2×2 PSV

O chamado caminho da liga, que envolve times que não são campeões locais, colocou dois times pesos pesados frente a frente. O Rangers, da Escócia, recebeu o PSV, da Holanda, no Estádio Ibrox, em Glasgow. O empate por 2 a 2 deixou os escoceses frustrados, não só porque o empate não é um bom resultado para levar para Eindhoven, mas porque o time estava vencendo e tomou o empate.

O primeiro gol do jogo saiu aos 44 minutos. Em um erro na saída de bola do PSV, Abdallah Sima recebeu de Cyriel Dessers e chutou bonito, no ângulo. Golaço. Foi o placar do primeiro tempo e isso animou os torcedores.

No segundo tempo, porém, o jogo foi mais movimentado, ao menos em termos de gols. Aos 15 minutos, em uma jogada pela esquerda, Oliver Boscagli cruzou, a bola passou por todo mundo, Johan Bakayoko pegou a sobra na direita, tocou para o meio na direção de Ismael Salibari, que fez o corta-luz para Ibrahim Sangaré. No meio da área, finalizou colocado, de primeira, e empatou o jogo.

Em um contra-ataque aos 30 minutos, Nicolas Raskin arrancou com a bola no meio-campo, passou para Cyriel Dessers e o camisa 9 fez um bom passe para Rabbi Matondo, que entrava livre pela esquerda. Matondo bateu colocado, no canto, e marcou 2 a 1 para o Rangers.

Era um resultado excelente para o Rangers. Levar a vitória era crucial para ter boas chances jogando fora de casa. Só que os holandeses deram um banho de água fria nos torcedores. Em cobrança de escanteio aos 34 minutos, Luuk de Jong subiu no meio da defesa para tocar de cabeça e cravar 2 a 2 no placar.

O empate deixa a situação muito melhor para o PSV, que agora recebe o Rangers em Eindhoven e precisa de uma vitória simples para se classificar. Não significa que é fácil, mas não ter perdido jogando fora de casa é algo muito positivo.

A partida de volta será na próxima quarta, dia 30, no Phillips Stadion.

Royal Antwerp 1×0 AEK

Outro duelo desta terça-feira foi o duelo entre o Royal Antwerp, campeão belga, e o AEK, campeão grego. Este é um duelo do chamado caminho dos campeões, que colocar os times campeões das ligas nacionais em disputa. Os belgas tiveram dificuldade, mas venceram por 1 a 0, mesmo ficando com um jogador a menos na segunda etapa.

O Royal Antwerp é o time que tem Vincent Janssen, ex-Tottenham, além de Toby Alderweireld, outro ex-Tottenham. E o gol saiu justamente com Janssen. Em uma jogada pelo meio, Arthur Vermeeren passou para Janssen, dentro da área, bater colocado e marcar 1 a 0.

O placar foi esse no primeiro tempo, mas para a segunda etapa, a coisa se complicou para os belgas. O lateral esquerdo Jelle Bataille chegou atrasado em uma bola que Mijat Gacinovic tocou antes e fez uma falta feia. Ele tomou cartão vermelho direto. Com um jogador a menos, a situação ficou bem difícil.

O AEK já chegava mais, pressionava e criava chances com os dois times tendo o mesmo número de jogadores. Com um a mais, a situação piorou para os belgas. O AEK pressionou mais. Apesar da pressão dos gregos, não saiu gol. A vitória ficou mesmo com os belgas, que levam uma vantagem para a Grécia.

Na próxima quarta (30), na OPAP Arena, em Atenas, o AEK precisa vencer para seguir vivo. Um empate é o suficiente para o Antwerp classificar.

Rakow 0x1 Copenhague

A única vitória fora de casa desta terça-feira foi do Copenhague sobre o Rakow, em outro confronto de campeões. O campeão dinamarquês venceu fora de casa por 1 a 0, atuando no Zaglebiowski Park Sportowy, em Sosnowiec, na Polônia.

O único gol do jogo foi marcado aos oito minutos do primeiro tempo e foi contra. Mohamed Elyounoussi recebeu dentro da área e cruzou, mas a bola bateu em Bogdan Racovitan e matou o goleiro: 1 a 0 para os visitantes.

O empate aconteceria aos 38 minutos, mas foi anulado por impedimento. Em campo, o árbitro apitou o gol, mas o VAR revisou e acabou sendo um impedimento milimétrico. Frustração da torcida. Os poloneses seguiram buscando o gol, tentando do jeito que deu, mas não saiu o gol de empate.

Os dinamarqueses levam uma boa vantagem para o jogo de volta, no Estádio Parken, em Copenhague, na Dinamarca. Um empate já é suficiente para que os dinamarqueses avancem à fase de grupos. O jogo de volta acontece na quarta (30).

Foto de Felipe Lobo

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!). Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009, onde ficou até 2023.
Botão Voltar ao topo