Champions League

Para dois favoritos, PSG e Real Madrid fizeram um jogo bem sem graça

A expectativa de um grande jogo entre Paris Saint-Germain e Real Madrid não se confirmou. O jogo teve alguns bons momentos, mas ainda muito abaixo do que dois times como esses dois podem fazer. O empate por 0 a 0 não é decepcionante só pela falta de gols. Alguns empates sem gols são ótimos. O problema é que nenhum dos dois times pareceu encarar o jogo como decisivo. Porque, na verdade, não é. Os jogadores, pouco interessados, tornaram o jogo pouco interessante.

LEIA TAMBÉM: Briga entre torcedores do Sevilla e poloneses em Manchester tem aspecto ideológico

O Real Madrid se deu ao luxo de usar o seu elenco e não jogar com os 11 titulares. Casemiro, por exemplo, ganhou uma chance para começar a partida, assim como Lucas Vázquez, meia-atacante de 24 anos, que atuou emprestado pelo Espanyol na última temporada. O atacante teve a chance, mas não conseguiu fazer muita coisa. Ao lado de Cristiano Ronaldo e Jesé, formou um ataque que não foi tão eficiente, ainda que tenha chutado mais a gol que o adversário.

O PSG, por sua vez, levou a campo a sua formação usualmente titular, com Marquinhos no lugar de David Luiz. Defensivamente, o time esteve bem, mostrou bons sinais. Ofensivamente foi mal. Ibrahimovic jogou mal, Cavani não foi muito melhor e Pastore estava em um dos seus dias poucos inspirados. Nem Lucas, quando entrou, melhorou esse aspecto.

Tivemos um jogo com 28 chutes a gol, sendo 18 deles do Real Madrid. De todos, só cinco acertaram o gol, sendo quatro do Real Madrid e um do PSG. Muito pouco para equipes que se pretendem candidatas ao título. Cristiano Ronaldo, como era de se esperar, foi quem mais tentou. O português atirou seis vezes a gol.

O PSG manteve mais a posse de bola durante o jogo. Thiago Motta e Marco Verratti ultrapassaram a marca de 100 passes cada um – 135 e 102, respectivamente. Não foi suficiente para fazer do time francês mais envolvente. A maioria sem conseguir furar o bloqueio do adversário.

O empate por 0 a 0 não mudou nada no panorama do grupo. Os dois times chegaram agora a sete pontos e voltam a se enfrentam na próxima rodada, desta vez no estádio Santiago Bernabéu. O Real Madrid, um pouco melhor em Paris, será favorito a, desta vez, vencer. Mas os dois times claramente não jogaram tudo que podem. Dois dos favoritos podem jogar mais. E precisarão mesmo. Mas nesta fase da competição, é normal que não se matem para conseguir pontos que nem precisam tanto assim. Males de um grupo que é desequilibrado.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo