Champions League

O Bayern faz o protocolar, com nova vitória sobre a Lazio, mesmo sem grande esforço

O Bayern de Munique precisava cumprir apenas o protocolo dentro da Allianz Arena nesta quarta-feira. A classificação sobre a Lazio tinha sido encaminhada no Estádio Olímpico, com os alemães punindo os erros da defesa adversária na goleada por 4 a 1. Assim, o time de Hansi Flick nem precisou de tanto esforço dentro de casa para confirmar a passagem às quartas de final da Champions League com outra vitória. Nem o Bayern suou tanto, nem a Lazio pareceu realmente acreditar. No fim, o placar de 2 a 1 marcou a superioridade dos bávaros, em busca do bicampeonato e de seu sétimo troféu no torneio.

O Bayern de Munique resolveu dar um descanso a Manuel Neuer, com Alexander Nübel no gol. De resto, contava com uma equipe respeitável o suficiente para buscar a vitória. Joshua Kimmich e Leon Goretzka apareciam na cabeça de área, com Thomas Müller na ligação. Mais à frente, Leroy Sané e Serge Gnabry eram os pontas para alimentar Robert Lewandowski no ataque. Já Simone Inzaghi preferiu deixar Ciro Immobile no banco. O ataque tinha Joaquín Correa e Vedat Muriqi. Lucas Leiva foi outro preservado, com Luis Alberto e Sergej Milinkovic-Savic acompanhados por Gonzalo Escalante no meio.

Quando a bola rolou, o jogo permaneceu um tanto quanto morno. O Bayern tinha mais controle, mas sem forçar muito. E a Lazio ainda deu certos sinais de que não desistiria, rondando o ataque a partir dos dez minutos. Joaquín Correa mandou um chute para fora e Milinkovic-Savic apareceu na área para completar um cruzamento, sem pegar em cheio. Do outro lado, Sané também levou perigo num tiro cruzado. Porém, o momento superior dos laziali não duraria tanto, até que os bávaros voltassem a administrar o jogo.

O Bayern nem exercia uma pressão muito intensa, mas ganhou a chance de abrir o placar numa cobrança de escanteio, aos 33. Jérôme Boateng foi puxado na área por Francesco Acerbi e o árbitro, próximo do lance, assinalou o pênalti sobre o alemão – numa falta não muito clara pelas câmeras da transmissão. Robert Lewandowski cobrou e superou Pepe Reina, anotando seu quinto gol nesta Champions. A vantagem voltou a satisfazer os bávaros, que cozinhavam a partida e esperavam o tempo passar. A Lazio mal arriscaria até o intervalo.

Logo na volta ao segundo tempo, Lewandowski ainda perdeu a chance de ampliar. Numa roubada de bola no campo de ataque, acabou carimbando Reina dentro da área, quando poderia rolar para Sané. Os bávaros aceleravam um pouco mais e a Lazio precisou lidar com a saída de Manuel Lazzari, lesionado. Alphonso Davies entraria no Bayern pouco depois e quase deu uma assistência numa das primeiras participações, em lance no qual Lewandowski arriscou da entrada da área e carimbou o pé da trave. O próprio polonês sairia na sequência, ao lado de Thomas Müller, para as entradas de Jamal Musiala e Eric-Maxim Choupo Moting.

Choupo Moting precisou de dois minutos em campo para deixar a sua marca e aumentar o placar, aos 28. Foi um lance com dois ótimos passes verticais do Bayern. Kimmich encontrou David Alaba na intermediária e o zagueiro deu a enfiada na medida para Choupo Moting. O atacante disparou e definiu com um toque, na saída de Reina. O tento tranquilizou ainda mais os bávaros, que permitiram o gol de honra da Lazio aos 37. Numa cobrança de falta, Andreas Pereira cruzou por trás da defesa e Marco Parolo cabeceou sozinho, por baixo de Nübel. Os biancocelesti permaneceram mais no ataque durante o fim, mas longe de conseguirem os quatro gols necessários. Num contra-ataque do outro lado, Reina ainda salvou o terceiro dos alemães, com Sané deixando Gnabry na cara do gol. No geral, foi um duelo muito mais desigual que o esperado, sobretudo pelo excesso de erros dos italianos em Roma.

A Lazio volta a campo no domingo, quando visita a Udinese pela Serie A. Os biancocelesti não repetem um grande desempenho na liga e aparecem seis pontos abaixo da zona de classificação à Champions, mas com um jogo a menos. Ainda dá para correr atrás do prejuízo. O Bayern, por sua vez, espera o sorteio da Champions e desfruta a liderança na Bundesliga. Os bávaros recebem o Stuttgart no sábado e tentarão manter a vantagem de quatro pontos sobre o RB Leipzig, adversário logo na volta da Data Fifa no início de abril, dentro da Red Bull Arena.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo