Champions League

No abalado Chelsea de Mourinho, quem tem sido especial é Willian

O Chelsea tem muitas estrelas, jogadores com nome, fama, projeção e altos salários. O melhor jogador do time na temporada passada era Eden Hazard, o badalado belga que foi disputado a tapa antes de fechar com o time de Stamford Bridge em 2012. Mas nesta temporada, de um início tão ruim, de metade de baixo na tabela no Campeonato Inglês e jogos bem fracos na Champions League, quem se salva é Willian. O meia brasileiro foi o protagonista da vitória sofrida dos Blues em Londres, contra o Dynamo de Kiev, por 2 a 1.

LEIA TAMBÉM: Desde a lesão de Messi, Neymar e Suárez fizeram 85% dos gols que o Barça marcou

Willian é o jogador mais confiável do Chelsea desde o começo da temporada. Fàbregas passa por maus momentos, assim como Diego Costa. Falcao não parece nem sombra do que já foi e ainda está machucado, algo que voltou a ser frequente para ele. Hazard não consegue jogar bem. Oscar se esforça, mas não decide. Resta a Willian fazer o papel de jogador decisivo. E foi assim nesta noite no estádio do Chelsea.

São 18 jogos nesta temporada de Willian, com seis gols marcados, duas assistências e mais muitas boas participações em jogos que o time, coletivamente, foi mal. Nesta quarta, foi dos pés dele que saiu o cruzamento que fez Dragovic se enrolar e marcar um gol contra. Depois, quando o time tinha sofrido o empate por 1 a 1 e sentia o peso de um tropeço. Um golaço de falta, sem chances de defesa, que marcou o gol do 2 a 1.

Uma vitória fundamental para as pretensões do Chelsea. O time foi a sete pontos, três atrás do Porto, líder com 10. O Dynamo Kiev tem cinco pontos. O Maccabi Tel Aviv, lanterna, não tem pontos. Na próxima rodada, o Chelsea terá o saco de pancadas do grupo, Maccabi Tel Aviv, como adversário em Israel. Fecha a campanha contra o Porto, novamente em casa, em Londres. Dependendo dos resultados, pode valer o primeiro lugar do grupo – o que é fundamental para escapar de rivais poderosos logo no primeiro mata-mata, como Bayern de Munique e Barcelona, por exemplo.

A torcida do Chelsea mais uma vez mostrou apoio a José Mourinho. Cantou pelo técnico, deixou claro que, em sua maioria, quer que o português continue à frente da equipe, mesmo com os maus resultados. Mas nesta quarta, quem mereceu todos os aplausos é Willian. O camisa 22 é o craque do Chelsea na temporada. E ser protagonista em meio a tantas estrelas de um time que se tornou tão importante na Europa nos dias atuais como o Chelsea não é fácil.

O apoio da torcida do Chelsea, gritando para Mourinho “One of us”, deixa claro que a torcida está com ele. E Mourinho, então, tem muito a agradecer a Willian por ser o melhor de um time que ainda não jogou o que pode.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo