Champions League

Nada como um Apoel para acabar com a seca de gols, não é Benzema?

O Real Madrid está classificado às oitavas de final da Champions League. Bom, isso não é nenhuma novidade e ninguém esperava nada diferente. O que o jogo desta terça-feira fez foi ajudar um jogador que vinha sendo muito cobrado por gols: Karim Benzema. O francês, camisa 9 do Real Madrid, marcou dois gols e acabou com a seca. Cristiano Ronaldo foi outro que marcou, com mais dois gols – são oito só na Champions League, em cinco jogos.

LEIA TAMBÉM: Zidane: “Benzema é o primeiro que quer dar mais e que sabe que pode dar mais”

Benzema estava sem marcar gols desde o dia 14 de outubro, quando fez um dos gols da vitória do Real Madrid sobre o Getafe por 2 a 1, pelo Campeonato Espanhol. Eram seis jogos desde então. Eram 12 jogos disputados até então, com dois gols marcados. Além disso, as atuações vinham sendo abaixo do esperado, levando a muitas críticas e cobranças.

Por tudo isso, marcar gols contra o Apoel é positivo porque, mesmo sendo um jogo que não muda muito a avaliação da temporada, se o jogador passasse em branco, o peso seria enorme. Afinal, pior que marcar gols contra o Apoel é não marcar gols contra o Apoel. Com dois gols, Benzema dá uma amenizada e, claro, aumenta sua confiança.

Cristiano Ronaldo, por sua vez, não vive uma crise de gols quando se trata de Champions League. Afinal, antes desse jogo eram seis gols nas quatro partidas anteriores. A seca de Ronaldo é no Campeonato Espanhol, onde fez oito jogos e marcou só um gol, algo que fica muito abaixo da média do próprio português. A boa atuação contra o Apoel, aproveitando a fragilidade do time cipriota, ajuda a também recuperar confiança. Ronaldo, agora, passa a ter 15 jogos e 10 gols.

A situação no grupo está definida, com Tottenham e Real Madrid garantidos nas oitavas de final e, mais do que isso, com as posições já definidas. Os espanhóis ficarão em segundo lugar, já que estão com 10 pontos contra 13 pontos do Tottenham. Como o primeiro critério de desempate é o confronto direto, e os ingleses levam vantagem, ficarão em primeiro lugar mesmo que percam na rodada final – o que, convenhamos, é difícil que aconteça por ser contra justamente o Apoel.

Além de Cristiano Ronaldo e Benzema, marcaram gols pelo Real Madrid o meia Luka Modric, que abriu o placar em um bonito chute de fora da área, e o zagueiro Nacho Fernández. Na última rodada, o Real Madrid terá o Borussia Dortmund pela frente, com os alemães precisando de um resultado se quiserem se classificar à Liga Europa.

Já o Apoel segue vivo na disputa dessa vaga e joga com o Tottenham, em Londres, precisando desse resultado para chegar ao torneio. Como tem o mesmo número de pontos do Dortmund, precisa fazer mais pontos que os alemães.

Veja os melhores momentos da partida:

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo