Champions League

Manchester City leva susto, mas vira sobre o Estrela Vermelha e estreia com vitória na Champions

Depois de sofrer gol no fim do primeiro tempo, Manchester City contou com atuação inspirada de Julián Álvarez para virar o placar e conquistar a primeira vitória na Champions League

Pela primeira vez, o Manchester City disputa uma Champions League como detentor do título, depois de ter conquistado o troféu inédito na temporada passada, em final contra a Inter de Milão. O time de Pep Guardiola caiu no Grupo G, que conta com Estrela Vermelha, RB Leipzig e Young Boys. Nesta terça-feira (19), os Citizens estrearam diante da equipe sérvia, no Etihad Stadium, e venceram de virada, por 3 a 1.

Do início ao fim, a configuração do jogo foi uma só, com o City controlando as ações, se lançando ao ataque e pressionando os sérvios. No entanto, se engana quem acha que os donos da casa tiveram facilidade para vencer. O Estrela Vermelha não se intimidou, ‘ignorou’ o Etihad lotado e fez 1 a 0 com Bukari, na reta final do primeiro tempo. Somente na etapa complementar, os ingleses deslancharam. Julián Álvarez (2x) e Rodri marcaram e, apesar do sufoco, os Citizens estrearam com o pé direito.

City cria chances, para em Glazer e vê Estrela Vermelha abrir o placar

A primeira boa chegada do City veio aos 14 minutos. Rodri recebeu na intermediária, se livrou da marcação na base da força física e soltou um petardo no meio do gol. Bem colocado, o goleiro Glazer espalmou para escanteio. Mais tarde, Haaland por pouco não estufou as redes. Em cruzamento de Sergio Gómez, o norueguês subiu mais alto que a marcação e testou consciente. A bola explodiu no travessão e arrancou suspiros dos torcedores presentes no estádio.

O Estrela Vermelha se defendia bem e conseguiu a primeira escapada com 30 minutos no relógio. Em contra-ataque rápido dos sérvios, Ederson precisou entrar em ação e afastar cruzamento perigoso. Os atuais campeões voltaram a assustar com Haaland, que perdeu nova oportunidade de marcar. Sergio Gómez pegou sobra na área e cruzou em direção ao camisa 9. O artilheiro emendou chute forte e isolou. Posteriormente, foi a vez de Foden desperdiçar chance clara. Cara a cara com Glazer, o meia-atacante inglês cabeceou e parou no paredão israelita.

Melhor na partida, o Manchester City foi castigado pelo ‘caminhão’ de gols perdidos. No finzinho da etapa inicial, o Estrela Vermelha encaixou ótima chance após bobeada da zaga dos Citizens em disputa no meio de campo. Bukari recebeu passe nas costas da defesa e tocou na saída de Ederson. Belo gol, que em um primeiro momento foi anulado pela arbitragem. Contudo, acabou validado depois da checagem do VAR.

Com chute consciente, Bukari tirou Ederson da jogada e abriu o placar para o Estrela Vermelha contra o Manchester City (Foto: Icon Sport)

Estrela de Julián Álvarez brilha e City consegue virada

A intensidade aumentou, a pontaria foi aprimorada e o Manchester City voltou do intervalo decidido a virar o jogo. Logo no primeiro minuto, Julián Álvarez recebeu passe açucarado de Haaland, ganhou na velocidade da marcação, driblou Glazer e completou para o gol: 1 a 1. Na sequência, o norueguês mais uma vez parou no goleiro. Álvarez arriscou chute de fora da área e o arqueiro soltou. No rebote, o camisa 9 finalizou em cima do israelita.

A atuação de Glazer era impecável até os 12 minutos do segundo tempo. Em falha feia, o goleiro do Estrela Vermelha permitiu a virada do City. Julián Álvarez cobrou falta com efeito, na direção do segundo poste. O arqueiro israelita saiu para afastar o perigo com um soco, mas pegou mal, e a bola foi direto para o próprio gol.

O terceiro gol dos Citizens saiu dos pés de Rodri. Melhor jogador da última Champions League, o volante espanhol se aproveitou da troca de passes perto no campo de ataque, dominou, girou e passou entre os marcadores. Ao entrar na área, deu chapada precisa no canto de Glazer e ampliou. A partir de então, os mandantes diminuíram o ritmo e administraram o resultado. Por outro lado, a equipe sérvia não teve forças para reagir e ‘aceitou’ a derrota.

O Manchester City volta a campo pela Champions League no dia 4 de outubro (quarta-feira), quando visita o RB Leipzig, a partir das 16h (horário de Brasília), na Alemanha. O Estrela Vermelha, por sua vez, recebe o Young Boys, na mesma data e horário, no Estádio Rajko Mitic, em Belgrado.

Man City
19/09/23 - 16:00

Finalizado

3

-

1

Red Star Belgrade

Man City - Red Star Belgrade

UEFA Liga dos Campeões - Etihad Stadium

1° Turno

Man City

Man City
4-2-3-1
31
Ederson
br
2
Kyle Walker
gb
3
Ruben Dias
pt
6
Nathan Ake
nl
21
Sergio Gomez
es
16
Rodri
es
27
Matheus Nunes
pt
20
Bernardo Silva
pt
19
Julian Alvarez
ar
47
Phil Foden
gb
9
Erling Haaland
no
Substitutos
11
Jeremy Doku
be
4
Kalvin Phillips
gb
25
Manuel Akanji
ch
24
Josko Gvardiol
hr
52
Oscar Bobb
no
82
Rico Lewis
gb
18
Stefan Ortega
de
33
Scott Carson
gb

Red Star Belgrade

Red Star Belgrade
4-2-3-1
18
Omri Glazer
il
33
Srdjan Mijailovic
rs
24
Nasser Djiga
bf
15
Aleksandar Dragovic
at
23
Milan Rodic
rs
66
In-beom Hwang
kr
6
Marko Stamenic
nz
30
Osman Bukari
gh
4
Mirko Ivanic
me
80
Stefan Mitrovic
rs
9
Cherif Ndiaye
sn
Substitutos
14
Peter Olayinka
ng
70
Uros Kabic
rs
37
Vladimir Lucic
rs
17
Jean-Philippe Krasso
fr
27
Nikola Vasiljevic
rs
1
Zoran Popovic
rs
3
Milos Degenek
au
20
Kings Kangwa
zm
5
Uros Spajic
rs
19
Nemanja Milunovic
rs
10
Aleksandar Katai
rs
8
Kanga Guelor
ga
Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Jornalista pela UNESA, nascido e criado no Rio de Janeiro. Cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na Trivela, é redator e escreve sobre futebol brasileiro e internacional.
Botão Voltar ao topo