Champions League

É (quase) impossível o Manchester City cair nas oitavas de final para o Copenhagen

Próximo adversário do City na Champions é o fraquíssimo Copenhagen, que nunca venceu os ingleses; torcedores do Arsenal falam em 'sorteio fraudulento'

A ordem natural das coisas, principalmente em sorteios, é que alguns clubes sejam se deem melhor no sorteio, enquanto outros tenham de encarar adversários mais difíceis. Afinal, se trata de sorte. E sorte parece uma premissa do Manchester City de Guardiola. Enquanto o Arsenal, outro inglês nas oitavas de final da Champions League, vai encarar o Porto, campeão continental em 2004, o City vai pegar o fraco Copenhagen.

O draft gerou até uma onda de “hate” de torcedores dos Gunners – detalhes no fim da matéria -, que não aceitaram o resultado. Já o jornal “Manchester Evening News” comemorou: “Este é o melhor jogo que o City poderia ter conseguido. O time nunca perdeu para os dinamarqueses em quatro jogos”.

É (quase) impossível que o time de Manchester fique pelo caminho, ainda mais tendo diante de si um adversário tão abaixo. Parece que a busca pela segunda final consecutiva está mais próxima do que os Citizens podem imaginar.

Manchester City pode fazer história

O City chegou a duas das últimas três finais e quer se tornar o primeiro time inglês desde Nottingham Forest, em 1979 e 1980, a conquistar o título em temporadas consecutivas. Por outro lado, a última vez em que o City não conseguiu passar das oitavas foi na temporada de estreia de Guardiola no comando do time, na edição 2016/17. 

Ou seja, para confirmar a sua força como candidato ao título, e fazer história, o Manchester City não precisa apenas vencer o Copenhagen, mas precisa passar com folga. 

Copenhagen classificado com apenas 44% de aproveitamento

Dos cruzamentos que poderiam engrossar o caldo, o Copenhagen é o adversário dos sonhos para o Manchester City. Classificado na chave A, a mesma do favorito ao título Bayern de Munique, os Leões tinham Galatasaray e o decadente Manchester United na competição. Até por isso, contaram mais com os tropeços dos outros três concorrentes do que com seus próprios esforços para conquistar a classificação. 

Em seis rodadas, o Copenhagen venceu dois jogos, empatou dois e perdeu duas vezes, tendo apenas 44% de aproveitamento no grupo. Somente o PSG se classificou para as oitavas com o mesmo baixo desempenho nessa primeira fase.

Em entrevista, o treinador do Copenhagen, Jacob Neestrup, disse que não poderia haver pior má sorte para o seu grupo.

– Foi o sorteio mais difícil possível. O Manchester City é um time completo, com grande jogo coletivo e grandes talentos individuais. É a melhor equipe do mundo – afirmou.

Torcedores do Arsenal estão inconformados com o sorteio do City

Após o sorteio da UEFA para a próxima etapa da Champions, os torcedores do Arsenal soltaram o verbo nas redes sociais para reclamar de “fraude”. O Copenhagen está classificado como o 37º melhor time da Europa, de acordo com o coeficiente de clubes da própria entidade de futebol. Já o City é o mais bem rankeado de todo o continente no momento. 

Os Gunners rapidamente tomaram as redes sociais para apontar uma suposta fraude no método adotado pela UEFA. Um torcedor sugeriu que o sorteio beneficiou o City simplesmente porque se trata da equipe dirigida de Pep Guardiola. 

– O Manchester City sempre tem adversários fáceis – escreveu o internauta.

Foto de Livia Camillo

Livia Camillo

Formada em jornalismo pelo Centro Universitário FIAM-FAAM, escreve sobre futebol há cinco anos e também fala sobre games e cultura pop por aí. Antes, passou por Terra, UOL, Riot Games Brasil e por agências de assessoria de imprensa e criação de conteúdo online.
Botão Voltar ao topo