Champions League

Klopp brinca sobre Alisson: “Se eu soubesse que ele era tão bom assim, pagaria o dobro”

A classificação do Liverpool aos mata-matas da Liga dos Campeões, após uma verdadeira decisão contra o Napoli em Anfield, teve dois grandes heróis. Mohamed Salah garantiu a vitória por 1 a 0 com seu golaço no primeiro tempo, unindo inteligência e qualidade técnica na definição. Contudo, o placar se manteve apenas graças a Alisson. Nos instantes finais, o goleiro se agigantou diante de Arkadiusz Milik para fazer uma defesa crucial, em lance comemorado pelos companheiros feito um gol. E os elogios ao camisa 1 seriam inescapáveis depois da partida. O próprio Jürgen Klopp o exaltou.

VEJA TAMBÉM: Alisson e Salah são decisivos na vitória que coloca o Liverpool nas oitavas de final

“Quando Mo marcou, que golaço! Inacreditável. E a defesa que Alisson fez? Não tenho palavras para ela. Salvou a nossa vida. Estou realmente orgulhoso por aquilo que os rapazes fizeram nesta noite. Não foi apenas uma defesa. Alisson teve que trabalhar muito nesta noite. Sua frieza e sua calma com a bola nos ajudou muito, enquanto sua saída nos cruzamentos foi excelente. E, sim, essa defesa foi realmente incrível. Mas se não defendermos no campo todo, como aconteceu hoje, ele não pode fazer 20 defesas iguais a esta. Foi inacreditável, mas ele ainda precisa dos companheiros ao seu redor”, declarou Klopp.

Na saída de campo, Klopp também bateu um papo com o antigo ídolo Jamie Carragher, atualmente trabalhando na TV dinamarquesa. Quando questionado sobre o preço do goleiro, se já estava sendo compensado, o treinador até brincou com as cifras: “Se eu soubesse que Alisson era tão bom assim, eu pagaria o dobro para contratá-lo”. O Liverpool desembolsou €72 milhões pelo arqueiro da Roma, a segunda maior transação envolvendo um jogador da posição, superada apenas pela chegada de Kepa Arrizabalaga ao Chelsea por €80 milhões.

Alisson também foi aclamado pela imprensa local. O Liverpool Echo, principal jornal da cidade, declarou que o brasileiro está tomando o ‘caminho mais rápido para se tornar um ícone do clube’. “A ausência de um goleiro de classe mundial custou caro aos Reds em Kiev, mas Klopp resolveu a maior fraqueza com o investimento em Alisson e seu impacto é tanto que faz os valores parecem pequenos. Sua figura robusta faz o gol parecer menor. Ele tem reações velozes, comanda a área como um especialista e incute confiança nas pessoas ao seu redor. O Liverpool lidera a Premier League graças às suas grandes contribuições nas vitórias recentes. Agora ele ajudou a escrever outro capítulo memorável na rica história europeia dos Reds. O Liverpool não tinha um goleiro deste calibre desde o auge de Bruce Grobbelaar”, analisa o periódico. Uma clara prova do moral desfrutado pelo brasileiro em Anfield.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo