Champions League

Henderson elogia organização do Villarreal e diz que foi importante ao Liverpool confiar que o gol sairia

O capitão do Liverpool deu o cruzamento do primeiro gol da vitória por 2 a 0 sobre o Villarreal no jogo de ida das semifinais

O capitão do Liverpool, Jordan Henderson, elogiou a organização do Villarreal no jogo de ida da semifinal da Champions League nesta quarta-feira em Anfield, e disse que o seu time precisou manter a confiança de que uma hora o gol sairia para construir a vitória por 2 a 0 que o coloca bem posicionado para chegar à final da Champions League pela décima vez.

Os donos da casa pressionaram bastante no primeiro tempo, mas tiveram apenas duas finalizações no alvo, ambas de Luis Díaz, e sofreram para criar situações claras de gol. O impasse foi quebrado graças a um cruzamento de Henderson, que desviou no lateral Estupiñán e enganou o goleiro Rulli. Sadio Mané fez 2 a 0 diante de arquibancadas lotadas e vibrantes em Anfield.

“Eles são um time muito bem organizado. Nós sabíamos que eles dificultariam. Mas foi importante continuar tentando, continuar com pensamento positivo, e tivemos a confiança de que, se fizéssemos isso, e continuássemos a mover a bola rapidamente, uma hora nós conseguiríamos quebrá-los. E fizemos isso com dois bons gols”, afirmou.

“(O primeiro) foi um pouco de sorte. Foi uma boa jogada, boa construção. Um pouco de sorte, mas você precisa de um pouco de sorte contra times com bloco baixo. Tivemos isso com o primeiro (gol) e depois achei que ele animou a torcida e felizmente conseguimos mais um”, acrescentou.

A pressão do Liverpool para recuperar a bola quase imediatamente e manter o Villarreal encurralado foi um dos destaques do jogo. “Quando perdíamos a bola no ataque, a reação para recuperá-la e causar problemas foi muito boa. E eu acho que isso deixou o jogo difícil para eles em alguns momentos. Mas você tem que dar crédito a eles, são um bom time, difícil de quebrar e o jogo ainda está vivo. Será um teste difícil fora de casa”, completou.

O técnico Jürgen Klopp também fez questão de enfatizar que a semifinal está apenas no intervalo. “Você tem que estar no clima correto, você tem que jogar a segunda parte como jogou a primeira. Não há nada a defender e, se você fizer isso, perde imediatamente toda a vantagem que pode ter tido antes. Sabemos que será um clima difícil para nós, diferente do que tivemos nesta noite. Os jogadores deles, vocês viram, lutam com tudo que têm e eu gosto que todos podem ver que lutamos com tudo que temos”, disse.

Antes de enfrentar o Villarreal na Espanha pelo segundo jogo das semifinais da Champions League, o Liverpool visita o Newcastle pelo Campeonato Inglês no próximo sábado, tentando se manter na cola do Manchester City, líder com um ponto de diferença.

Foto de Bruno Bonsanti

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.
Botão Voltar ao topo