Champions League

Haaland abriu sua contagem, mas foi Bellingham quem roubou o show na vitória sobre o Besiktas

O jovem garoto inglês marcou o primeiro gol e deu assistência ao segundo na vitória por 2 a 1 do Borussia Dortmund fora de casa

Atual artilheiro da Champions League, Erling Haaland começou sua candidatura para repetir o feito nesta quarta-feira com um gol na vitória por 2 a 1 sobre o Besiktas, fora de casa, mas quem roubou o show foi o garoto Jude Bellingham, garoto inglês de apenas 18 anos que parece ponto para dar um salto nesta temporada.

Titular em todos os jogos do Borussia Dortmund nesta temporada, o jogador contratado do Birmingham ano passado abriu o placar e depois deu assistência para Haaland ampliar, nos acréscimos do primeiro tempo. O Besiktas até fez uma boa partida ofensivamente, mas permitiu espaços na defesa e, em um dia mais inspirado do norueguês, o placar poderia ter sido mais folgado.

Dois dois principais reforços dos turcos para esta temporada combinaram para gerar o primeiro lance de perigo da partida. Miralem Pjanic mostrou sua qualidade com um lançamento para Michy Batshuayi matar no peito e invadir a área em diagonal. Bateu pelo alto, boa defesa de Gregor Kobel.

Os donos da casa tiveram um pouco mais de domínio territorial nos primeiros 20 minutos, mas foram vazados por uma bonita jogada do Borussia Dortmund que começou com lançamento de Mahmoud Dahoud para Thomas Meunier na ponta direita. O lateral emendou um passe de primeira para Bellingham matar no peito e bater rasteiro para fazer 1 a 0.

Escalado pelo lado direito do meio-campo, a infiltração de Bellingham pelos lados da área deu certo novamente, mas pela esquerda. Recebeu o lançamento lateral, deu um drible dentro da área e tocou para trás para Haaland chegar batendo e abrir contagem na nova edição da Champions.

O Dortmund alternou momentos de administração da partida com chances claras desperdiçadas no segundo tempo. Uma das mais escancaradas foi em outra boa jogada de Bellingham, que recebeu de Haaland e saiu driblando até ficar na cara de Ersin Destanoglu. Poderia ter tocado de volta para Haaland, mas, empolgado, acabou parando em defesa do goleiro turco.

O Dortmund quase foi punido na sequência porque Batshuayi saiu na cara de Kobel, abriu para a direita e tentou bater cruzado. Outra boa defesa do jovem goleiro suíço que acabou de ser contratado do Stuttgart. Haaland perdeu mais uma chance clara e, já nos acréscimos, Ansgar Knauff, com o gol vazio, acertou o travessão.

O desperdício foi, enfim, punido, aos 49 minutos do segundo tempo, quando Pjanic cobrou falta da direita, e Francisco Montero desviou de cabeça para descontar. Garantiu alguns minutos desnecessariamente tensos ao Dortmund que, de qualquer maneira, começou a fase de grupos com o pé direito – e mais um gol de Haaland.

.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo