Champions League

Frankfurt condena saudações nazistas de torcedor: “Contrastam fortemente com os valores do clube e suas raízes”

O Eintracht Frankfurt se posicionou diante de uma filmagem, que mostra um torcedor fazendo saudações nazistas no Vélodrome

O Eintracht Frankfurt é um dos clubes mais ativos da Alemanha no combate ao neonazismo. O clube adota o posicionamento publicamente, como aconteceu nos embates recentes com políticos do partido extremista AfD, e a combatividade também se nota nas arquibancadas, como numa coreografia realizada em 2018 para prestar solidariedade às vítimas de um atentado em Hanau que matou nove pessoas. Presidente das Águias, Peter Fischer já declarou que nazistas precisam ser expulsos das arquibancadas, inclusive com uso de violência se necessário. E nesta terça-feira, o Frankfurt precisou reiterar sua posição depois que um torcedor foi gravado fazendo saudações nazistas nas arquibancadas do Estádio Vélodrome, onde a equipe derrotou o Olympique de Marseille por 1 a 0 na Champions League.

“O Eintracht Frankfurt defende a tolerância e a diversidade, e apresenta uma postura clara na luta contra o racismo, o antissemitismo e a discriminação. Diante de um incidente isolado antes da partida pela Champions, no qual foi filmado um gesto entendido como ‘saudação a Hitler', o clube se distancia com toda veemência. Ideias antissemitas contrastam fortemente com a inconfundível e imutável compreensão dos valores do clube e suas raízes. A pessoa, que pode ser vista no vídeo e ainda não foi reconhecida, falou de maneira independente com representantes da torcida durante o primeiro tempo e enfaticamente rejeitou a acusação de intenção antissemita. O Eintracht Frankfurt investigará o caso e a pessoa em questão”, escreveu o Frankfurt, em nota.

A entidade que representa a torcida do Frankfurt também se manifestou: “Temos vergonha das pessoas que vêm de Frankfurt, carregam a águia no peito e fazem a saudação nazista. Vocês não pertencem a esse clube, vocês não pertencem a essa cidade, vocês não pertencem a nós”.

Além da manifestação neonazista no Vélodrome, a partida entre Olympique de Marseille e Eintracht Frankfurt teve outros incidentes. Torcedores dos dois clubes se enfrentaram nas ruas de Marselha, enquanto mais confusão ocorreu nas arquibancadas, com os dois lados atirando fogos de artifício uns nos outros. Às vésperas da partida, a diretoria do Frankfurt emitiu uma nota com uma série de recomendações de segurança à sua torcida. A preocupação era evidente, especialmente depois dos embates entre torcedores de Nice e Colônia na última semana, em duelo pela Conference League.

Apesar da confusão nas arquibancadas, o jogo no Vélodrome não foi paralisado. Mesmo assim, membros do Frankfurt condenaram o ocorrido. “Se você começar a atirar fogos de artifício no seu vizinho, você vai para a prisão rapidamente. Alguns aproveitam o palco para causar tumulto”, comentou o técnico Oliver Glasner. Por conta dos embates e também do gesto neonazista, o Frankfurt corre risco de sofrer punições na sequência da Champions League.

Foto de Leandro Stein

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreveu na Trivela de abril de 2010 a novembro de 2023.
Botão Voltar ao topo