Champions League

Favoritos suaram para avançar à próxima fase da Champions, com classificações apertadas de Malmö e Sheriff

A Champions League conclui nesta semana a sua primeira fase classificatória e mesmo times mais fortes para o nível geral não tiveram vida fácil

A Champions League emenda semanas decisivas desde já. As fases classificatórias do torneio começaram e os representantes das ligas nacionais de menor ranking disputam partidas de vida ou morte. Nesta terça-feira, foram concluídos nove confrontos da primeira etapa de qualificação. A maior parte dos favoritos segue em frente, mas nem todos com tranquilidade. O melhor exemplo é o Malmö, que suou contra o Víkingur, campeão islandês e que vinha do mata-mata preliminar. Após a vitória por 3 a 2 na Suécia, os celestes penaram para assegurar a vaga em Reykjavík. Cederam o empate por 3 a 3, após abrirem uma vantagem de dois gols, e passaram com aperto. Mesmo com a eliminação na Champions, o Víkingur será repescado à Conference

O Víkingur estava disposto a aprontar desde o início. Os islandeses abriram o placar aos 15 minutos, com Karl Gunnarsson, concluindo a jogadaça de Pablo Punyed, que fez fila antes de servir. O Malmö reagiu e virou antes do intervalo. Veljko Birmancevic empatou após um passe fantástico de Isaac Kiese Thelin, com a parte de fora do pé, enquanto Felix Beijmo virou num lance em velocidade. Anders Christiansen fez o terceiro na volta do intervalo, em passe de Beijmo, e a parada parecia resolvida aos suecos. O Víkingur, todavia, ressuscitou. Nikolaj Hansen matou no peito e descontou aos 11, enquanto Karl Gunnarsson empatou aos 29. Apesar dos riscos de uma prorrogação, o Malmö segurou o placar. Vai pegar na próxima fase o Zalgiris Vilnius, que eliminou o Ballkani. Depois de segurarem o 1 a 1 em Kosovo, os lituanos ganharam por 1 a 0 em casa, mas só na prorrogação. Mathias Oyewusi foi o herói.

Sensação da última edição da Champions, o Sheriff Tiraspol avançou. Porém, passou aperto contra o Zrinjski Mostar. Após o empate por 0 a 0 na Bósnia, os moldavos ganharam num 1 a 0 magro em Chisinau – em mando alternativo por causa do embargo da Uefa à Transnístria, relacionado à invasão na Ucrânia. O único gol saiu aos 22 do primeiro tempo, e foi contra, numa infelicidade de Igor Savic ao desviar a bola com a nuca após escanteio. Na próxima fase, o Sheriff encara o vencedor do duelo entre Maribor e Shakhtyor Soligorsk.

A maior goleada do dia foi aplicada pelo Qarabag. Os azeris tinham perdido do Lech Poznan por 1 a 0 na Polônia, mas emplacaram uma lavada por 5 a 1 em Baku. Os alviazuis até abriram o placar, com Kristoffer Velde, mas a virada dos anfitriões foi impiedosa. O brasileiro Kady foi o destaque com dois gols, enquanto os outros foram anotados por Filip Ozobic, Kevin Medina e Abbas Hüseynov. O nível do desafio aumentará na próxima fase, diante do Zurique, atual campeão suíço.

O Dudelange passou com autoridade contra o KF Tirana. Após a vitória por 1 a 0 em Luxemburgo, os aurinegros também ganharam por 2 a 1 na Albânia. Filip Bojic e Dejvid Sinani anotaram os gols da equipe em belos chutes, enquanto Redon Xhixha descontou no fim. Os luxemburgueses cruzarão com Pyunik Yerevan ou Cluj. Outro a se classificar foi o Shamrock Rovers, que adiantou o serviço com os 3 a 0 na Irlanda contra o Hibernians, antes de se satisfazer com o 0 a 0 na viagem a Malta. Vai medir forças contra o Ludogorets Razgrad. Os búlgaros venceram o Sutjeska Niksic por 2 a 0 em casa e fizeram 1 a 0 em Montenegro. Pieros Sotiriou anotou o gol fatal.

O Shkupi segue na competição, mas correu o risco de sofrer uma zebra contra o Lincoln Red Imps. Em Skopje, os macedônios ganharam por 3 a 0, mas sofreram a derrota por 2 a 0 na visita a Gibraltar. Juanfri e Lee Casciaro balançaram as redes no Estádio Victoria. Será mais difícil para o Shkupi na próxima fase, contra o Dinamo Zagreb. E a classificação mais sofrida foi conseguida pelo HJK Helsinque. Depois da vitória por 1 a 0 na Finlândia, os alviazuis perderam para o RFS Riga por 2 a 1 na Letônia. Depois dos gols de Arturs Zjunzins e Stefan Panic, a salvação dos finlandeses foi garantida pelo brasileiro Murilo, num gol de falta por baixo da barreira. A prorrogação não teve gols e, nos pênaltis, o HJK ganhou por 5 a 4. Pegará o Viktoria Plzen na próxima etapa.

Enquanto alguns comemoravam, o Bodo/Glimt tinha problemas para enfrentar o , de Ilhas Faroe. A delegação deveria ter partido num voo privado marcado para a segunda-feira, mas a neblina impediu a decolagem na Noruega até o início da tarde desta terça. Assim, seria impossível realizar o jogo nas Ilhas Faroe à noite e ele acabou adiado para a quarta-feira. Os aurinegros, enfim, conseguiram embarcar na sequência do dia e até realizaram o treino de reconhecimento do gramado. Na ida em Bodo, o Raio venceu o KÍ por 3 a 0. O classificado encarará The New Saints ou Linfield na segunda fase.

A Conference League também teve um jogo nesta terça-feira. O Drita fez as honras da casa e venceu o Inter Turku por 3 a 0 em Kosovo, após a derrota por 1 a 0 na Finlândia. Blend Baftiu abriu o placar no primeiro tempo, enquanto Arbnor Muja balançou as redes duas vezes na segunda etapa. Com isso, os finlandeses se tornaram a primeira equipe eliminada das competições europeias nesta temporada.

Abaixo, os resultados desta terça-feira na Champions:

RSF Riga 2×1 HJK Helsinque (2×2 no agregado, 5×4 nos pênaltis)
Lincoln Red Imps 2×0 Shkupi (2×3 no agregado)
Qarabag 5×1 Lech Poznan (5×2 no agregado)
Zalgiris 1×0 Ballkani (1×0 no agregado)
Sheriff Tiraspol 1×0 Zrinjski Mostar (1×0 no agregado)
Hibernians 0x0 Shamrock Rovers (0x3 no agregado)
KF Tirana 1×2 Dudelange (1×3 no agregado)
Sutjeska 0x1 Ludogorets (0x3 no agregado)
Malmö 3×3 Víkingur (6×5 no agregado)

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo