Champions League

Façanha para os dois: Celtic perdeu de um time de Gibraltar na Champions League

Gibraltar está no começo da sua terceira temporada como seleção oficial da Uefa. Isso significa que seus clubes têm o direito de disputar a Champions League. O Lincoln Red Imps não dá chance para nenhum dos seus adversários brincarem, já que ganhou todos os torneios nacionais desde 2003, e vem melhorando progressivamente. Na primeira participação, caiu logo na fase inicial, perdendo para o Havnar Boltfelag, de Ilhas Faroe. Na segunda participação, eliminou o Santa Coloma, de Andorra, e em seguida foi derrotado pelo Midtjylland, da Dinamarca. Na terceira, venceu um campeão europeu.

LEIA MAIS: Brendan Rodgers e Celtic têm tudo para serem um casamento perfeito

Exatamente. O Celtic conseguiu a espetacular façanha de perder, por 1 a 0, para o Lincoln Red Imps que, por sua vez, conseguiu a espetacular façanha, agora sem ironia, de vencer o clube que foi o melhor da Europa em 1967. A partida valeu pela segunda eliminatória da Champions League – tem mais duas antes de chegar a fase de grupos.

Os escoceses devem, se tudo der certo, reverter a desvantagem no jogo de volta e avançar, mas nada apaga o fato de terem sido derrotados por um time semi-profissional de uma nação cuja população cabe duas vezes no Celtic Park. Nem de terem levado gol de um policial. O tento foi marcado por Lee Casciaro, que foi o autor do primeiro gol da seleção gibraltina em competições oficiais. Efe Ambrose levou um drible desconcertante na jogada.

O Lincoln ficou à frente, aos 3 minutos do segundo tempo. O Celtic teve um montão de tempo para tentar empatar. E não conseguiu. Deu cinco chutes a gol, apenas um a mais que o time da casa, e acertou duas vezes a trave.

A façanha para o futebol de Gibraltar foi gigante. Até agora, em dois anos filiado à Uefa, a seleção havia conseguido vencer Malta, o que não é nada difícil. O Lincoln havia passado por um time de Andorra na Champions e perdido de pouco do Midtjylland, que depois faria jogo duro contra o Manchester United na Liga Europa. Agora, seu campeão nacional ganhou do Celtic, cujo elenco é avaliado em € 51 milhões pelo site especializado Transfermarkt. O do Lincoln, todos os jogadores, € 725 mil. 

Ironicamente, uma das missões de Brendan Rodgers era fazer uma boa campanha em competições europeias e sua primeira partida no comando do Celtic foi uma derrota para um time de Gibraltar, diante de 300 torcedores. “Não foi uma vergonha”, disse. “Foi um jogo difícil, em condições difíceis. Não aproveitamos nossas chances. Eles aproveitaram. Eles armaram um 5-4-1. E não importa o time, o nível. Os times são bem organizados, 11 jogadores atrás da bola. Mas criamos chances, o goleiro deles fez defesas fantásticas. Agora, temos um pequeno trabalho a fazer no jogo de volta”.

A última boa campanha do Celtic em competições europeias foi em 2012, quando chegou a vencer o Barcelona, em casa. A nova não começou muito bem.

TRIVELA FC: Conheça nosso programa de relacionamento e marque um golaço pelo jornalismo esportivo independente!

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo