Champions League

Em plena Ucrânia, o Gladbach deu uma aula de intensidade e goleou o Shakhtar por fulminantes 6 a 0

O Borussia Mönchengladbach começou bem a Champions League, mas a vitória escapou por duas vezes de suas mãos. Apesar das ótimas atuações, o time de Marco Rose permitiu o empate nos minutos finais contra Internazionale e Real Madrid. Já nesta terça-feira, que o triunfo dos Potros fosse mais palpável contra o Shakhtar Donetsk, o resultado na Ucrânia não deixou de surpreender. O Gladbach goleou por inapeláveis 6 a 0 em Kiev, com uma exibição eficiente e muito intensa – sobretudo no primeiro tempo. Pléa estrelou a noite, com uma tripleta, incluindo um golaço de fora da área.

Desde os primeiros minutos, o Borussia Mönchengladbach adiantava a marcação e pressionava a saída de bola do Shakhtar Donetsk. Assim, os ucranianos se viam sufocados em seu campo defensivo e a estratégia logo permitiu aos alemães abrirem vantagem. O primeiro gol saiu aos oito minutos. Acionado pela direita após um bom passe de Florian Neuhaus, Stefan Lainer cruzou rasteiro e Alassane Pléa concluiu, abrindo a contagem. Os Potros não diminuíram o ritmo e seguiram martelando. O segundo gol veio aos 17, quando Christoph Kramer arriscou de fora da área e contou com um desvio para superar o goleiro Anatoliy Trubin.

Indo além da falta de organização, o baque parecia limitar também os ânimos do Shakhtar. O time da casa mal tinha passado ao campo de ataque e não representava perigos à meta de Yann Sommer. Os anfitriões até ficaram um pouco mais com a bola depois do segundo tento, mas não fizeram muito. E sofreriam o terceiro aos 26. Pléa mandou uma pedrada de fora da área e acertou o ângulo. Sommer só realizou sua primeira defesa depois disso, ao parar Tetê. Quem seguia com fome era o Gladbach, que anotou o quarto antes do intervalo, aos 44. Após cobrança de escanteio, Ramy Bensebaini tentou duas vezes até marcar.

O Shakhtar voltou ao segundo tempo com três alterações, incluindo as entradas de Junior Moraes, Viktor Kovalenko e Alan Patrick. Nem as mudanças deram novo gás à equipe, que seguiu sofrendo dentro de campo. O Gladbach parecia administrar mais o resultado, até que resolveu intensificar novamente suas ações. Marcus Thuram ameaçou duas vezes, enquanto Nico Elvedi também teve boa chance. O quinto tento seria anotado por Lars Stindl, aos 20. Depois de uma saída errada do goleiro, os Potros trocaram passes com muita velocidade, até que Pléa acionasse Stindl com um lindo toque por elevação e o veterano mandasse para dentro.

O técnico Luis Castro seguia tentando achar um rumo e acionava o seu banco de reservas. Pouco adiantou para dar mais agressividade ao Shakhtar. Os ucranianos passaram a ficar mais no campo de ataque, mas esbarravam na marcação do Gladbach, muito segura na proteção. E o sexto gol saiu aos 33, num contragolpe. Thuram acionou Pléa, que saiu de frente para o gol e não perdoou. Houve até certo suspense, depois que o assistente assinalou o impedimento, mas o VAR confirmou o tento. A noite não teria muitas emoções além disso, com o atropelamento irreversível nos 15 minutos finais.

O Gladbach chega aos cinco pontos no embolado Grupo B da Champions. O resultado na Ucrânia, mais do que uma vitória notável contra o outro “coadjuvante” da chave, marca as pretensões dos alemães rumo aos mata-matas do torneio. Os Potros são reais candidatos à vaga. Já o Shakhtar sofre um anticlímax, depois de vencer o Real Madrid e de empatar com a Inter. Apesar da derrota, os ucranianos seguem vivíssimos na briga. Não parece impossível que ambos os azarões consigam avançar às oitavas.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo