O Barcelona se deu ao luxo de poupar jogadores e, mesmo assim, conseguiu uma tranquila contra o Ferencváros, fora de casa. Os 3 a 0 vieram sem que o time precisasse forçar muito o jogo e com ótima atuação dos seus atacantes, especialmente Ousmane Dembélé. Além do francês, Antoine Griezmanne e também foram muito bem, em um time que começa a ter mais consistência nas suas atuações, sem tantas oscilações como no início da temporada.

LEIA TAMBÉM: Instinto de zagueiro de Rúben Dias é tão forte que ele cortou uma bola em cima da linha – mas no ataque

O técnico Koeman escalou muitos reservas para a partida. Neto foi titular no gol e Oscar Mingueza foi mais uma vez titular, ao lado de Clément Lenglet, no centro da , com Sergiño Dest na lateral direita e Jordi Alba na esquerda. Sergio Busquets voltou ao meio-campo com Miralem Pjanic formaram a dupla de meio, com Francisco Trincão , Antoine Griezmann e Dembélé na linha da frente, além de Braithwaite como referência ofensiva.

Braithwaite tem ganhado espaço nos últimos jogos, fazendo bem o papel de centroavante de referência. É um jogador que tem feito bem o papel de camisa 9, o que inclusive ajudou Griezmann a voltar a subir de rendimento. Quem também brilhou foi o lateral esquerdo Jordi Alba, que é uma opção sempre confiável pelo lado esquerdo.

Desde os primeiros minutos, o controlava o jogo e chegava com certa facilidade ao ataque. Aos 13 minutos, o Barcelona enfim abriu o placar. Jordi Alba recebeu de Ousmané Dembélé na linha de fundo, cruzou rasteiro e Antoine Griezmann tocou de letra, bonito, e marcou 1 a 0.

Aos 20 minutos, os blaugranas ampliaram, novamente em jogada pela esquerda. Desta vez, Dembélé é quem fez jogada individual, foi para a linha de fundo e cruzou rasteiro, para Martin Braithwaite, de carrinho, marcar 2 a 0.

Aos 26 minutos, Braithwaite recebeu em profundidade, Frimpong deu um carrinho e o dinamarquês caiu na área. O árbitro marcou pênalti. Dembélé cobrou e marcou.

Em um erro no meio-campo, Riqui Puig interceptou a de Miha Blazic, avançou livre e tocou para o lado par Dembélé. O francês, porém, em vez de finalizar, tentou devolver a Puig. O lance se perdeu e a defesa afastou.

Dembélé ainda se deu a possibilidade de perder mais um gol antes do fim da partida. Nos acréscimos, ele recebeu em profundidade, com a bola pingando, e tocou por cima. Tocou mal e a bola foi para fora. Não teve mais um gol.

De qualquer forma, o Barcelona pode sair de campo satisfeito. Fez uma boa partida, atuando como se espera de um time mais forte diante de um mais fraco: dominando e vencendo, sem nem precisar acelerar a partida.

São cinco vitórias em cinco jogos, uma campanha sem qualquer susto para os blaugranas até aqui. O Ferencváros continua com um ponto, conquistado em empate com a Juventus, já classificada também à próxima fase. A última rodada terá um amistoso, já que o Barça está garantido em primeiro e a Juventus em segundo. Os dois últimos, Dynamo Kiev e Ferencváros, decidem quem vai à Liga Europa com um jogo na Ucrânia.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore