Champions League

Contra o Mönchengladbach, Inter vence primeira na Champions e se permite sonhar com classificação na rodada final

Jogando por sua sobrevivência em competições europeias, a Internazionale viajou até a Alemanha para enfrentar o Borussia Mönchengladbach, pela quinta rodada da fase de grupos da Champions League, e a impressão é de que os italianos tornaram o jogo mais emocionante do que precisava ser. Ameaçada do apito inicial até o final, a equipe de Antonio Conte por fim saiu com uma importante vitória por 3 a 2, a primeira na atual campanha da Liga dos Campeões, e vai para a rodada final com chances de classificação às oitavas de final.

O único resultado que interessava à Inter nesta terça-feira (1) era a vitória. Um simples empate não apenas mataria as chances de avançar ao mata-mata da Champions League como também garantiria a lanterna da chave aos italianos após a vitória do Shakhtar Donetsk sobre o Real Madrid por 2 a 0.

Com a pressão à espreita, os visitantes foram para cima e abriram o placar aos 17 minutos de jogo. A defesa do Mönchengladbach tentou afastar a bola da área, ela sobrou com Brozovic, que mandou de volta em direção ao ataque. Barella passou para Lukaku, que ajeitou para Gagliardini. O italiano então abriu pela direita com Matteo Darmian, e o ala chegou batendo, sem ângulo, para fazer 1 a 0.

Superior em boa parte da primeira etapa, a Inter chegou perto de ampliar aos 33 minutos. Em contra-ataque, Lukaku fez excelente jogada com arrancada desde o seu próprio campo e tocou por trás da zaga para Lautaro Martínez. O argentino tentou duas vezes: parado por carrinho do adversário na primeira tentativa, pegou a sobra e forçou Yann Sommer a fazer grande defesa.

Nos 15 minutos finais do primeiro tempo, o Borussia Mönchengladbach despertou e começou a fazer Handanovic trabalhar. Por fim, aos 46 minutos, os donos da casa executaram uma bela jogada coletiva, e Valentino Lazaro, emprestado pela Inter ao clube alemão, cruzou para cabeçada de Alassane Pléa: 1 a 1.

Antes de aparecer para decidir a partida com seus gols, Lukaku seguia trabalhando com maestria como criador de oportunidades. Aos 17 minutos, fez o pivô para a chegada de Martínez, que driblou a marcação e carimbou a trave esquerda de Sommer.

Dois minutos mais tarde, Zakaria, que entrara pouco antes, perdeu a bola no meio do campo, Brozovic passou em profundidade para Lukaku, e o belga ganhou da marcação na força e bateu cruzado, de direita, para vencer Sommer e recolocar os interistas à frente.

Aos 26 minutos, Lautaro Martínez foi substituído por Alexis Sánchez, e o chileno logo seria determinante. Dois minutos depois de entrar, o camisa 7 lançou Hakimi com capricho pela direita, o marroquino tocou para o meio da área, e Lukaku, sozinho, não desperdiçou, ampliando a vantagem para dois gols.

A Inter, que esperava ter um pouco de tranquilidade com o 3 a 1 no placar, logo sucumbiu novamente a Alassane Pléa. Aos 30 minutos, Sánchez perdeu a bola na intermediária de defesa, e Marcus Thuram encontrou seu conterrâneo, que bateu cruzado para diminuir.

Com chances seguidas para ambos os lados, a Inter teve uma oportunidade de ouro de fazer seu quarto gol dois minutos mais tarde: Alexis Sánchez fez ótima jogada pela direita, tocou para o meio da área, a defesa do Mönchengladbach desviou em direção ao próprio gol, e Young, sozinho, quase que debaixo da trave, conseguiu errar a finalização.

A tragédia parecia perseguir a Inter, e aos 38 minutos, Pléa balançou novamente a rede para fazer um hat-trick e empatar a partida. Porém, a revisão via VAR confirmou o impedimento de Breel Embolo, que, à frente de Handanovic, atrapalhou a visão do goleiro, que sequer saltou para a bola. O gol, então, foi corretamente anulado.

Na reta final, a Inter suportou a pressão de segurar o resultado mesmo com seis minutos de acréscimo e garantiu sua primeira vitória em sua atual campanha na Champions League.

Com o triunfo, os italianos chegaram a cinco pontos. Um saldo desses ao fim da quinta rodada normalmente seria mau sinal, mas o Grupo B está bastante aberto. O Mönchengladbach lidera a chave com apenas oito pontos, enquanto Shakhtar Donetsk e Real Madrid somam sete.

Na rodada final, a Internazionale precisa vencer o Shakhtar Donetsk e então torcer contra um empate entre Real Madrid e Borussia Mönchengladbach para ir às oitavas da Liga dos Campeões. Como o critério de desempate é o confronto direto, os italianos, que empataram com os alemães e agora os venceram, ficariam à frente do adversário desta noite em caso de derrota do time de Marco Rose para o Real na sexta rodada. Um simples empate entre Mönchengladbach e Real Madrid, em caso de derrota do Shakhtar para a Inter, classifica alemães e espanhóis.

Classements proposés par SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo