Champions League

Cambaleante na Serie A, a Roma faz seu dever na Champions e encaminha a classificação contra o CSKA

A situação da Roma na Serie A não anda muito favorável. Os tropeços recorrentes atrapalham a campanha dos giallorossi, que convivem com os questionamentos e ocupam a modesta oitava colocação, já a cinco pontos do G-4. Se há um motivo para os romanistas se manterem confiantes, é a Liga dos Campeões. Apesar da estreia desastrosa contra o Real Madrid, os italianos venceram todos os seus jogos seguintes. E conquistaram um triunfo decisivo para a classificação nesta quarta: bateram o CSKA Moscou por 2 a 1, na Rússia.

Não foi dos jogos mais vistosos de se assistir. E logo nos primeiros minutos, isso ficou claro, rendendo o primeiro gol à Roma. Após bola alçada na área, Igor Akinfeev saiu mal do gol e permitiu que Kostas Manolas desviasse às redes. Logo depois, um grande susto, quando Mário Fernandes tomou uma joelhada involuntária de Aleksandar Kolarov a cabeça e precisou ser retirado de maca, levado diretamente para o hospital. O duelo seguiu aberto na primeira etapa, com os times alternando momento, mas falhando na hora de definir.

Na volta do intervalo, o CSKA esboçou sua reação. Arrancou o empate aos seis minutos, quando Arnór Sigurdsson aproveitou a jogada de Ilzat Akhmetov para vencer Robin Olsen. Contudo, a reação esfriou logo na sequência. Hördur Magnússon foi expulso cinco minutos depois, ao receber o segundo amarelo. Já aos 14, em lance brigado, Lorenzo Pellegrini retomou a vantagem para a Roma. Os giallorossi ainda poderiam ter marcado o jogo minutos depois, especialmente em chance de Edin Dzeko, mas não aproveitou. Na reta final, coube aos visitantes aproveitarem sua vantagem numérica para se segurarem, diante da postura mais agressiva dos moscovitas, e garantirem os três pontos.

A vitória coloca a Roma muito próxima dos mata-matas, com nove pontos. Tem o caminho aberto para assegurar a classificação no Grupo G, após cumprir seu dever contra CSKA Moscou e Viktoria Plzen. O empate contra o Real Madrid na próxima rodada, dentro do Estádio Olímpico, pode definir a situação. E há boas perspectivas também de ficar com a primeira colocação, diante dos tropeços dos merengues. O CSKA, ainda no páreo, tem quatro pontos.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo