Champions League

Barcelona x Atlético parece equilibrado, mas na verdade Simeone é freguês do Barça

Por Bruno Bonsanti

O Atlético de Madrid treinado por Diego Simeone ganhou uma justa aura de ser o time espanhol que consegue enfrentar a dupla de gigantes de igual para igual, o que concede às quartas de final da Champions League, nesta terça-feira, uma impressão de equilíbrio. Eliminou o Barcelona do torneio europeu, perdeu apenas um dos últimos dez clássicos com o Real Madrid e se tornou o único clube além dos dois a vencer o Campeonato Espanhol em mais de dez anos. No entanto, apesar desses grandes feitos, quando o assunto é o confronto direto com os catalães, o retrospecto de Simeone não poderia ser pior.

LEIA MAIS: De Gerd Müller a Jô, o passado dos confrontos das quartas de final da Champions

Quer dizer, poderia, mas por muito pouco. Desde que Simeone virou o técnico dos colchoneros, o Atlético de Madrid enfrentou o Barcelona 15 vezes e ganhou apenas uma partida – 1 a 0 no jogo de volta das quartas de final da Champions League de 2013/14. Perdeu nove e empatou cinco. O argentino pode agradecer ao compatriota Tata Martino por não ter uma história ainda pior contra o Barça. Na única temporada em que Martino esteve no Camp Nou, os times jogaram seis vezes, e o Atlético de Madrid conseguiu cinco empates e a vitória já citada pelo torneio europeu.

Um desses encontros (empate por 1 a 1) foi a última rodada do Espanhol de 2013/14, que valeu o título ao Atlético de Madrid sobre um Barcelona que passava pelo seu pior ano desde a chegada de Guardiola ao comando técnico. Havia caído bruscamente de rendimento, tinha problemas dentro de campo e fazia uma transição de estilo e elenco. Entre as primeiras rodadas daquele campeonato e do próximo, saíram Villa, Abidal, Sánchez, Fàbregas, Valdés e Puyol; chegaram Neymar, Suárez, Rakitic, Bravo e Ter Stegen, entre os mais importantes.

Ou seja, com exceção desse curto período entre os reinados de Guardiola/Tito Vilanova e o de Luis Enrique, Simeone perdeu todos os jogos que disputou contra o Barcelona.

Isso, obviamente, envolve esse time de Luis Enrique, que entrará em campo nesta terça-feira por vaga nas semifinais da Champions League. O Atlético de Madrid de Simeone já foi derrotado seis vezes por ele, quatro no Campeonato Espanhol e duas pela Copa do Rei. Calhou de quatro dessas partidas caírem justamente no momento em que o trio MSN engrenou, no primeiro semestre de 2015. Mas, desde as férias, já foram realizados mais dois duelos e o Barcelona venceu ambos, por 2 a 1.

As estatísticas negam a análise de que este pode ser o duelo de quartas de final mais equilibrado da Champions League de 2015/16. Simeone, o Atlético de Madrid e seus comandados teriam que reverter uma lógica que já dura quatro anos para que isso acontecesse. A favor deles, trata-se de uma equipe bastante acostumada a exceder as expectativas.

Simeone x Barcelona

simeone x barça 02

Simeone x Luis Enrique

Barcelona 2 x 1 Atlético de Madrid – 30/01/2016

Atlético de Madrid 1 x 2 Barcelona – 12/09/2015

Atlético de Madrid 0 x 1 Barcelona – 17/05/2015

Atlético de Madrid 2 x 3 Barcelona – 28/01/2015

Barcelona 1 x 0 Atlético de Madrid – 21/01/2015

Barcelona 3 x 1 Atlético de Madrid – 11/01/2015

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo