Champions League

Barcelona superou o campeão Liverpool e foi o clube que mais ganhou dinheiro com a Champions League 2018/19

O jornal Marca, da Espanha, noticiou nesta quarta-feira (8) que o Barcelona foi a equipe que mais ganhou dinheiro com a participação na Champions League da temporada 2018/19. Com € 117,7 milhões arrecadados, os blaugranas superaram mesmo o Liverpool, campeão da competição, que levou € 111 milhões do torneio.

[foo_related_posts]

O Barcelona se beneficiou de ser o único espanhol a partir das quartas de final, concentrando mais dinheiro da fatia de mercado da Espanha, enquanto o Liverpool teve que compartilhar mais, já que quatro ingleses estiveram nas quartas e a final teve também o Tottenham. Neste quesito de fatia de mercado, enquanto o Barça faturou € 22,9 milhões, o Liverpool levou € 13,1 milhões. O Tottenham, por sua vez, arrecadou € 16,5 milhões no mesmo quesito.

A fatia de mercado é distribuída de acordo com o valor proporcional de cada mercado de direitos de transmissão, representado pelos clubes participantes a partir da fase de grupos da Liga dos Campeões.

Ainda assim, o coeficiente de desempenho foi onde ficou concentrada a maior diferença entre Barcelona e Liverpool. Os catalães receberam € 34,3 milhões pelo coeficiente, enquanto os Reds ganharam € 23,2 milhões. Este coeficiente é determinado pelo desempenho das equipes nos últimos dez anos de Champions League.

Na soma total, o Tottenham foi o terceiro clube que mais arrecadou durante a última temporada da competição, com € 101,6 milhões. O top 10 foi completado por Juventus (95m euros), Manchester United (93m euros), Manchester City (93m euros), PSG (85m euros), Real Madrid (85m euros), Atlético de Madrid (85m euros) e Bayern de Munique (82m euros).

O valor total que foi distribuído aos clubes foi de € 1,976 bilhão, levemente superior ao montante previsto para a atual temporada (€ 1,95 bilhão).

Você pode conferir aqui o relatório da Uefa em detalhes.

Como é feita a distribuição

As receitas advindas da Champions League são divididas a partir de quatro pontos principais: participação na fase de grupos (25%), quantias fixas (30%), coeficiente de desempenho (30%) e fatia de mercado (15%).

Participação na fase de grupos

Aqui, todos os clubes presentes na fase de grupos recebem € 15,25 milhões.

Quantias fixas

Podemos dividir esta seção em duas partes: bônus de performance na fase de grupos e recompensas por avançar às fases seguintes. Na fase de grupos, vitórias valem € 2,7 milhões, e empates se traduzem em € 900 mil. No mata-mata, classificados às oitavas levam € 9,5 milhões; às quartas, € 10,5 milhões; às semis, € 12 milhões; e à final, € 15 milhões.

Coeficiente de desempenho

A Uefa criou um ranking de desempenho com base nos resultados das equipes em competições europeias nos últimos dez anos, levando ainda em conta pontos bônus por títulos de Champions League/Copa dos Campeões, Liga Europa/Copa da Uefa e Recopa da Uefa. A remuneração aqui, então, acontece com base no posicionamento do clube no ranking.

Fatia de mercado

Como descrito acima, a fatia de mercado é determinada de acordo com o valor proporcional de cada mercado de direitos de transmissão, representado pelos clubes participantes a partir da fase de grupos da Champions League.

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Bloqueador detectado

A Trivela é um site independente e que precisa das receitas dos anúncios. Considere nos apoiar em https://apoia.se/trivela para ser um dos financiadores e considere desligar o seu bloqueador. Agradecemos a compreensão.